Notícia

Brasil Soberano e Livre

O exemplo da Fapesp

Publicado em 28 fevereiro 2020

Por Brasil Soberano e Livre

Graças ao financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), uma das mais importantes agências de fomento ao desenvolvimento científico da América Latina, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) acaba de inaugurar um centro de estudos com o foco no controle biológico de pragas. A Esalq, que está criando novos departamentos no seu câmpus de Piracicaba, é uma das mais tradicionais e eficientes unidades da Universidade de São Paulo (USP).

O centro recebeu R$ 20 milhões da Fapesp e outros R$ 20 milhões da Koppert Biological Systems, uma empresa holandesa que chegou ao Brasil no começo da década de 2010 e tornou-se uma das líderes do mercado nacional de defensivos biológicos – principalmente para produtos de cana-de-açúcar. A parceria entre a Fapesp e a Koppert terá a duração de cinco anos, prorrogáveis por mais cinco. A empresa financiará atividades de prospecção de novos agentes de controle biológico, desenvolvimento de técnicas de multiplicação desses agentes e utilização de feromônios no controle integrado de pragas. Essas pesquisas podem ajudar a reduzir o uso de substâncias químicas na produção agrícola, propiciando alimentos mais duráveis e saudáveis.

Criada em 1962 com os mesmos ideais que inspiraram a formação da USP, em 1934, a Fapesp se caracteriza nos últimos tempos por investir em projetos destinados a internacionalizar as atividades acadêmicas e científicas das universidades paulistas. Quando a Fapesp foi criada, a consolidação do parque industrial paulista exigia a expansão de pesquisas tecnológicas e a USP, com problemas de orçamento, não tinha condições de financiá-las com recursos próprios. Para não deter a industrialização de São Paulo, o governador Carvalho Pinto negociou com a Assembleia Legislativa a aprovação de lei que destinava um porcentual do orçamento estadual para a Fapesp.

À medida que as mudanças tecnológicas foram ocorrendo, a agência ampliou sua área de atuação, financiando nas décadas de 1990 e 2000 o projeto Genoma – o primeiro mapeamento genético desenvolvido fora do eixo formado pelos Estados Unidos, Europa e Japão.

Na década de 2010, a Fapesp ampliou o número de acordos científicos com outros países e deu ainda mais prioridade aos projetos com interface nacional, assinando acordos de parcerias não apenas com agências públicas de fomento à pesquisa, mas, igualmente, com empresas privadas de países como Alemanha, Dinamarca, Holanda, Canadá, Suíça e Israel. Com isso, as universidades paulistas se tornaram responsáveis por mais de 51% das pesquisas de ponta em andamento no Brasil, em quase todas as áreas do conhecimento.

Além de publicar análises sobre propriedade intelectual, registro de patentes e inovação no ambiente produtivo nacional, a Fapesp tem participado de experiências de investimento de capital de risco em startups com o objetivo de desenvolver novos produtos e novos modelos de negócio. A agência parte da premissa de que o risco pode gerar fracassos, mas também é o que viabiliza o sucesso de algumas companhias. As startups são pequenas empresas que operam em condições de incerteza com base num produto, serviço, processo ou plataforma vinculados a tecnologias ainda em fase de desenvolvimento e em pesquisas de mercado.

Neste momento em que o Brasil não aparece com relevância em nenhuma das áreas-chave da chamada indústria 4.0, em que a produção é fortemente automatizada e ligada à internet, a Fapesp é uma ilha de responsabilidade e eficiência. Ao contrário do que infelizmente vem ocorrendo em outras agências de fomento à pesquisa, ela está imune às ameaças que pesam sobre o trabalho científico, como interferências políticas, enviesamento ideológico e orientações religiosas.

O Estado de São Paulo

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Valor Econômico online G1 G1 Valor Econômico O Estado de S. Paulo Estadão.com O Dia (SP) Blog Carlos Santos AlcidesFaria Conexão Boas Notícias Globo Rural online Confap - Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa Ciclo Vivo Central das Notícias Notícias Agrícolas Central das Notícias Empresas & Negócios Rádio Coopnews Empresas & Negócios Revista Cultivar Máquinas online Tribuna de Ituverava online Rádio Aratiba Am Portal G1 News Expresso MT A Semana (Curitibanos, SC) online Silvani Notícias (G1 Notícias) MilkPoint Agronovas A Tribuna Piracicabana Redação Agro Jornal de Piracicaba Gazeta de Piracicaba BeefPoint Agrosoft Mix Vale Brasil CT&I Jornal da USP online AgronomistSite O Estado de Mato Grosso Online IE - Instituto de Engenharia Jornal da Ciência online Organics News Brasil Dinheiro Rural online Portal da Enfermagem Portal do Governo do Estado de São Paulo A Granja A Voz do Triângulo Gazeta de Piracicaba online SBNotícias KLFF online Revista Pecuária Brasil Jornal de Piracicaba GestAgro 360º Agrolink Datagro Protec - Pró-Inovação Tecnológica Jornal de Piracicaba Globo Rural AgroRevenda GestAgro 360º Gazeta de Piracicaba Portal CanaMix Portal do Agro A Tribuna Piracicabana Agrolink Portal Piracicaba Hoje FolhaMT Revista Cultivar Máquinas online Agronews Compre Rural GestAgro 360º Portal do Agronegócio Central das Notícias Portal Piracicaba Hoje JC Notícias (São Paulo, SP) AgroRevenda Esalq - USP Agronerd Jornal Fatos & Notícias Central das Notícias Brasilagro Jornal Preliminar Central das Notícias Espaço Ecológico no Ar Revista Cultivar Grandes Culturas Esalq - USP Rádio Web Coopnews UDOP - União dos Produtores de Bioenergia Jornal Fatos & Notícias Paraná Imprensa