Notícia

Correio Braziliense

Projeto a longo prazo

Publicado em 17 julho 2011

Para driblar a burocracia e a escassez de verbas são necessários persistência e um projeto sólido. É o caso do geólogo Maurício Antônio Carneiro, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). Em 1993, ele propôs um projeto à Fundação de Apoio à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) que permite detectar a idade de rochas e outros substratos naturais, alguns formados há mais de quatro bilhões de anos. Na época, o professor conseguiu apenas uma parte do dinheiro necessário e deu prosseguimento aos estudos e às negociações - o [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.