Notícia

EPTV

"O Recobrimento do Brasil"

Publicado em 11 agosto 2011

Josiane Giacomini Alves, do Terra da Gente A Mata Atlântica foi o grande mote da noite ontem, em Perdizes, São Paulo, durante a premiação das melhores reportagens sobre a biodiversidade deste bioma, oferecida pela Aliança para a Conservação da Mata Atlântica, uma parceria entre as organizações não governamentais Conservação Internacional e Fundação SOS Mata Atlântica.

Mais uma vez, entre as 75 matérias inscritas na categoria Impresso, a revista Terra da Gente marcou o seu lugar. Sérgio Adeodato, com o trabalho "O Recobrimento do Brasil", ficou com a terceira colocação.

A ideia de fazer a matéria, conta, "foi uma pauta que já tinha surgido já há algum tempo". Mas segundo ele, "faltava juntar alguns elos dessa história para que a gente fosse até a região". Deu no que deu. "Reunimos todos os atores que fazem parte dessa realidade e saiu O Recobrimento do Brasil".

A matéria, publicada na Terra da Gente em novembro do ano passado, conseguiu mostrar uma espécie de volta ao começo. Ou seja, a restauração da Mata Atlântica começou a mudar antigos hábitos e, principalmente, a trazer de volta ao Sul da Bahia espécies da fauna que estavam em perigo de extinção.

Desde 2004, somando a premiação de ontem, esta é a 17ª vez que a Terra da Gente, uma publicação do Grupo EPTV, fica entre os primeiros colocados no Prêmio de Reportagem sobre Biodiversidade da Mata Atlântica.

Além das reportagens Impressas, também foram inscritas 46 trabalhos na categoria Televisão e outras 30 matérias na categoria Internet. O objetivo da premiação é um só: promover o jornalismo ambiental no Brasil, fomentar a produção de reportagens sobre a Mata Atlântica e reconhecer a excelência profissional de jornalistas que cobrem temas ambientais.

Os vencedores das três categorias vão participar de uma viagem internacional com foco em jornalismo e meio ambiente. A premiação inclui passagem aérea de ida e volta, em classe turística, da cidade de residência do ganhador até a cidade do evento, além de hospedagem e refeições. Os segundos e terceiros colocados em cada categoria receberam R$ 5.000 e R$ 2.500, respectivamente, além de troféu e certificado.

Os classificados de cada categoria foram os seguintes:

Impresso - Giovana Girardi, da Revista Unesp Ciência, com a matéria "O Código Florestal ao arrepio da ciência" (outubro de 2010); Maria Guimarães, da revista Pesquisa Fapesp, com a matéria "Marionetes de oito patas" (24/3/2011); e Sérgio Adeodato, da revista Terra da Gente, com a matéria "O Recobrimento do Brasil" (novembro de 2010);

Televisão - Claudia Tavares, do programa Repórter Eco e Jornal da Cultura, da TV Cultura, com a reportagem "Litoral Norte - Encostas" (16/3/2011); José Raimundo Carneiro de Oliveira, do Jornal da Globo, da Rede Globo, com a reportagem "Carvão do Piauí" (10/1/2011); e Simone Pio Viana, da Rede Minas Televisão, com a reportagem "Árvores da Mata Atlântica" (28/3/2011);

Internet - Bernardo Vicente Tabak, do portal G1, com a matéria "Projeto de biólogo mostra degradação do meio ambiente no Rio" (27/6/2010); Daniel Carvalho de Mello, da Agência Brasil, com a matéria "Barragem do Valo Grande" (19/1/2011); e Thais Teisen Rodrigues, do portal Ciclo Vivo, com a matéria "Ambientalista trabalha para recompor a orla da represa de Guarapiranga" (27/12/2010).