Notícia

Envolverde

Copa de estatísticas

Publicado em 23 junho 2010

Por Redação da Agência FAPESP

Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) publicaram na internet um modelo estatístico dinâmico com estimativas das chances dos selecionados de atingir cada etapa da Copa do Mundo da África do Sul. O modelo matemático foi elaborado no Centro de Estudos do Risco do Departamento de Estatística e utiliza como parâmetros a opinião de especialistas sobre os placares da primeira fase, o ranking da Federação Internacional de Futebol (FIFA) divulgado em maio e os resultados ao longo do torneio.

Esse caráter dinâmico é responsável pela alteração constante na lista das equipes com maior chance de vencer o mundial. No início do campeonato a Espanha encabeçava esse grupo. Após a primeira rodada, a Alemanha ficou no topo da lista e, em seguida, o Brasil assumiu a primeira posição. Os placares de cada jogo são comparados às previsões, mostrando que os resultados improváveis foram abundantes nessa Copa. Foi o caso do empate entre Portugal e Costa do Marfim, que tinha 15,9% de chances de ocorrer, de acordo com o modelo da UFSCar, e a vitória da Sérvia sobre a Alemanha, com apenas 9,6% de probabilidade. A Previsão Estatística Copa 2010 da UFSCar pode ser acessada no endereço: http://www.copa2010.ufscar.br/index_br.html