Notícia

O Povo

Ciberespaço

Publicado em 22 abril 2002

Por Cristiano Therrien
De rede militar estadunidense dos anos 60 à rede doméstica-global do novo século, a descentralização da Internet segue sendo sua maior característica, exigindo assim que a responsabilidade pelo seu funcionamento também seja descentralizada. Dividir para multiplicar. No Brasil, temos como a FAPESP (www.registro.br) como encarregada de administrar os 450.000 nomes de domínios .BR e registrar a média de 500 novos domínios por dia. Percebe-se que o "loteamento" da Internet brasileira já dá sinais de esgotamento, visto que seus melhores "nomes-endereços" já foram devidamente registrados. Porém, na prática, a maioria de tais domínios "classe A" não é utilizada por seus possuidores, gerando conflitos e frustrações de toda ordem emocional, financeira e jurídica.