Notícia

O Povo

Células-tronco

Publicado em 27 março 2005

Células-tronco adultas humanas, retiradas de ossos da medula e injetadas em embriões de galinhas com lesões na coluna vertebral, diferenciaram-se com sucesso em neurônios. Aproximadamente 10% das células seguiram o processo. O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade de Oslo, na Noruega, e publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), é mais um indicativo de que as pesquisas com células adultas - que não trazem a polêmica envolvendo as embrionárias - também podem chegar a resultados importantes. A grande diferença desta vez foi a taxa de sucesso obtida. O artigo pode ser lido no site da PNAS (www.pnas.org). (Agência FAPESP)