Notícia

Estado de Minas

As pioneiras

Publicado em 24 setembro 2010

Por Mariana Peixoto
Na infância, sempre que ia para a casa do avó, Gabriela Ordones Penna, recebia vários lápis de cor e xerox com desenhos de diferentes garotas. Aos 10 anos, divertia-se colorindo aquelas meninas. Sabia que haviam sido criadas pelo tio Alceu, irmão do avô que não conhecera, morto antes de ela nascer. Gabriela cresceu. Universitária, no curso de publicidade e propaganda começou a se envolver com o mundo fashion. "Ao fazer estágios sobre moda e comunicação, a referência a tio Alceu foi inevitável", comenta. Formada, Gabriela passou [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.