Notícia

A Gazeta (Cuiabá, MT)

5ª mostra começa hoje

Publicado em 06 setembro 2020

Por Luiz Fernado Vieira

A Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso, que chega à quinta edição, será aberta neste domingo (6), com live do convidado especial, o cineasta paulista Jeferson De. A programação, toda online, contará com mais de 30 filmes, além de videoclipes, de representantes de 11 estados brasileiros. Eles poderão ser vistos até o dia 13 e o público inclusive poderá votar nos preferidos.

Realizado pelo Coletivo de Audiovisual Negro Quariterê, o evento, que poderá ser acompanhado pelo site quaritere. com.br, este ano traz como temática Sobre(Vivência), escolhida para falar da resiliência do povo negro. A Mostra surgiu como uma ferramenta para debater e refletir sobre o protagonismo negro no audiovisual, além de ser uma resposta aos anseios de produtores afrodescendentes de Mato Grosso, que buscam dar visibilidade à produção audiovisual negra regional e nacional.

A programação começa hoje, às 19h, com uma live de abertura com a participação do premiado cineasta Jeferson De no instagram (@quaritere). Até o próximo domingo, os filmes ficam disponíveis no site (quaritere. com.br/) para quem quiser assisti-los, sem a necessidade de seguir horários. O público poderá também participação de uma votação para definir os melhor de acordo com o voto popular.

Já a definição dos vencedores pelo júri oficial ficará a cargo de um grupo de mulheres muito especial. Nada melhor que mulheres negras para escolherem os vencedores das categorias deste ano. Elas atuam em diversas áreas e trazem suas diferentes visões e experiências para enriquecer ainda mais a mostra. Todas elas terão vídeos/depoimentos exibidos no dia 11 de setembro.

Fazem parte do júri a doutora em Educação, especialista e pesquisadora sobre Relações Raciais na Sociedade Brasileira, Educação Escolar Quilombola e Cultura Afrobrasileira Angela Maria dos Santos; a publicitária especializada em produção de Áudio e Vídeo pela ESPM SP Ana Maria Araújo; a bacharel e mestre em Ciências Sociais (UERJ) e doutora em Saúde Coletiva (UERJ) Ana Paula Alves Ribeiro; a atriz, professora de teatro e pesquisadora das artes da cena Edilene Rodriguez; a poeta mato-grossense Luciene Carvalho; a coordenadora e produtora de arte em cinema Michelly Thomaz; a jornalista na área de Cinema, Séries de TV e cultura Pop Rafaela Gomes; e a produtora e diretora de arte Sasa Timótheo.

Convidado

Diretor de Bróder, que foi selecionado no 60º Festival de Berlim, o cineasta Jeferson De faz uma participação especial nesta quinta edição. Ele estudou cinema na USP, onde foi bolsista da Fapesp com a pesquisa “Diretores Cinematográficos Negros”. Em 2000, publicou o manifesto Dogma Feijoada. É roteirista e diretor dos premiados curtas Distraída Para a Morte (2001), Carolina (2003) e Narciso Rap (2005).

Em 2013, dirigiu a série Pedro e Bianca (TV Cultura), ganhadora do Emmy no 2º Emmy Kids Awards e também o Prix Jeunesse Iberoamericano na categoria ficção para 12 anos. Em 2015 estreou o seu segundo longa metragem O Amuleto.

Em 2016, dirigiu o filme Correndo Atrás, baseado no livro de Hélio de La Peña, em fase de lançamento. Dirigiu 3 temporadas da série infanto juvenil Escola de Gênios, ganhadora do prêmio de melhor série de ficção do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2019. Em 2019, dirigiu os longas M-8. Quando a Morte Socorre a Vida, ganhador do Prêmio de Melhor Filme pelo Júri Popular no Festival do Rio de 2019 e dirigiu a novela Bom Sucesso (TV Globo). Atualmente, finaliza o seu longa sobre o líder Luiz Gama e prepara seu longa infantil Narciso Rap.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
MT de Fato