Notícia

Agência C&T (MCTI)

Workshop discute campanha científica sobre poluição na Amazônia

Publicado em 19 maio 2014

Entre esta segunda-feira (19) e a quinta (22), será realizado o workshop Acridicon-Chuva, no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI). O encontro reunirá pesquisadores brasileiros e estrangeiros, principalmente da Alemanha, para discutir o planejamento de uma campanha científica que será realizada em setembro e outubro na região amazônica.

A campanha abrange medidas em solo e aéreas com sobrevoos diários, durante um mês, de aeronaves no entorno de Manaus, no chamado Arco do Desflorestamento (Porto Velho, Alta Floresta etc.) e em regiões de queimadas. Serão feitas medidas para avaliar impactos da poluição urbana e de queimadas (aerossóis) no ciclo de vida de nuvens e na formação de nuvens de tempestades na região.

 

A campanha Acridicon (Aerosol, Cloud, Precipitation, and Radiation Interactions and Dynamics of Convective Cloud Systems) faz parte de um programa mais amplo, o GoAmazon, cujos experimentos estão em operação desde o início deste ano. O objetivo do programa é compreender melhor os impactos da poluição atmosférica de Manaus e de queimadas no sistema tropical amazônico e suas possíveis influências no clima regional e global.

 

O GoAmazon está programado para durar dois anos, até o fim de 2015. O programa é composto por duas campanhas científicas intensivas, que fazem uso de aeronaves para medidas de parâmetros atmosféricos e de poluição urbana e de queimadas. Participam e apoiam esse esforço de pesquisa instituições científicas brasileiras e estrangeiras (Inpe, Inpa, DCTA, USP, UEA, Instituto Max Planck, Universidade de Leipzig) e agências de fomento e apoio à pesquisa (Fapesp, Fapeam, DLR, da Alemanha, e Departamento de Energia – DOE – dos Estados Unidos), reunindo mais de 100 pesquisadores.

 

A primeira campanha de medidas foi realizada em fevereiro e março, durante a estação chuvosa. Foram coletados dados de química da atmosfera e parâmetros meteorológicos no entorno da região metropolitana de Manaus, com equipamentos em solo, instalados em diferentes locais, e a partir de sobrevoos diários da aeronave científica Gulfstream-1, do Departamento de Energia (DOE), dos Estados Unidos.

 

Durante o workshop Acridicon-Chuva, a ser realizado semana que vem no Inpe, será finalizada a programação da segunda campanha intensiva na região, que, ao lado da Gulfstrem-1, terá a participação da aeronave científica alemã Halo (High Altitude and Long Range Research Aircraft). O experimento será realizado durante a estação seca da região amazônica, quando também ocorrem chuvas intensas, mas em menor quantidade.

 

Texto: Ascom do MCTI, com informações do Inpe