Notícia

SEGS Portal Nacional de Seguros & Saúde

Workshop de atualização em metástases hepáticas colorretais e Encontro de Residentes

Publicado em 02 novembro 2010

Pesquisa aponta índice de sobrevida em cinco anos superior a 60% em tratamento de metástases no fígado de tumores originados no cólon, muito acima dos 20 a 30% de 15 anos atrás. A constatação é da equipe de Cirurgia Abdominal do Hospital A.C.Camargo, que acompanhou 240 pacientes a partir de 1999

Integrando o Programa de Educação Continuada em Oncologia Gastrointestinal do Departamento de Cirurgia Abdominal do A.C.Camargo (PECOGI), será realizado no dia 5 de novembro das 10h30 às 12h15, o Workshop Internacional de Atualização de Metástases Colorretais e Encontro de Residentes, eventos gratuitos com coordenação do cirurgião oncológico e diretor de Cirurgia Abdominal do A.C.Camargo, Felipe José Fernandez Coimbra.

Gratuitos, os eventos terão a presença do diretor do Serviço de Cirurgia Oncológica e professor do Johns Hopkins University Hospital, de Baltimore, nos Estados Unidos, Michael Choti. "Terá como enfoque proporcionar a atualização sobre diagnóstico, estadiamento e tratamento de metástases hepáticas colorretais para especialistas de todo o país", destaca Coimbra.

Será compartilhada a experiência do A.C.Camargo no tratamento cirúrgico em pacientes com câncer de intestino grosso (cólon) metastático no fígado. Estudo concluído em 2010 aponta sobrevida em cinco anos de 64,6%, o dobro do índice obtido há 15 anos (Gayowski et al., 1994) em cirurgias para este tipo de tumor. Para chegar nestes dados foram analisados dentre de mais de 400 cirurgias do fígado os prontuários de 240 pacientes tratados com metástases do intestino grosso a partir de 1999.

Responsáveis por realizar 70 cirurgias anuais em pacientes com câncer colorretal metastático no fígado, os cirurgiões creditam o sucesso, dentre outros avanços técnicos, à adoção da embolização, técnica de radiologia intervencionista que ao ter um cateter aplicado em um dos lados do fígado faz com que o outro lado cresça num prazo de 4 a 6 semanas e seja também submetido à cirurgia. Outro avanço importante é chamada hepatectomia em dois tempos, que permite com a associação de dois momentos cirúrgicos a limpeza completa do fígado em situações mais avançadas.

Oito entre dez casos de tumores que geram metástase hepática são originados no intestino. Os demais casos que se espalham para o fígado tiveram como ponto inicial tecidos tumorais em órgãos como estômago, pâncreas, colo do útero, rim, melanoma e tumores neuroendócrinos. O câncer colorretal é o terceiro tipo de tumor mais frequente no Ocidente com registro de 28 mil novos casos anuais no Brasil e responsável por 2/3 das mortes pela doença.

Sucesso da cirurgia no fígado de câncer colorretal metastático

- Gayowski et al. (1994) (Pittsburgh Medical Center) - sobrevida de 32% em 5 anos.

- Jamison et. al. (1997) (Mayo Clinic)- sobrevida de 27% em 5 anos.

- Fong et. al. (1999) (Memorial Sloan Katering) - sobrevida de 36% em 5 anos.

- Choti et. al. (2002) (Johns Hopkins)- sobrevida de 40% em 5 anos.

- Fernandez et. al. (2004) (Washigton University)- sobrevida de 59% em 5 anos.

- Pawlik et. al. (2005) (MD Anderson) - sobrevida de 58% em 5 anos.

- Hospital A.C.Camargo (2010) - sobrevida de 64,6 % em 5 anos.

SIMPÓSIO - No dia seguinte ao Workshop, 6 de novembro, o A.C.Camargo em parceria com o Johns Hopkins University Hospital promoverá das 8h30 às 16 horas, em São Paulo, o 3º Simpósio Internacional em Oncologia Gastrointestinal, também integrando o PECOGI.

Recebendo novamente o cirurgião Michael Choti, o evento trará a experiência do Johns Hopkins com técnicas de duodenopancreatectomias para diminuição de morbidade e mortalidade; atuação individualizada em tumores císticos pancreáticos e abordagem terapêutica de metástases hepáticas de tumores neuroendócrinos. O encontro reunirá também especialistas da Unicamp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e Hospital Brigadeiro.

Serviço

Evento: Workshop de atualização em metástases hepáticas colorretais

Realização: Programa de Educação Continuada do Centro de Ensino e Pesquisa

Local: Auditório José Ermírio de Moraes, no Hospital A.C.Camargo

Data: 5 de novembro de 2010, das 10h30 às 12h15

Gratuito

Evento: 3º Simpósio Internacional em Oncologia Gastrointestinal

Data: 6 de novembro de 2010, das 8 às 17h30.

Investimento: R$150,00 (profissionais) e R$ 100,00 (estudantes e membros SBC, SBCO, SBOC e CBC).

Endereço: Rua Professor Antônio Prudente, 211, Liberdade.

Inscrições: eventos@accamargo.org.br

Informações: www.accamargo.org.br/centrodeensino

Sobre o Hospital A.C.Camargo - Instituição filantrópica criada em 1953 por Antônio e Carmen Prudente, o Hospital A.C.Camargo é um dos maiores centros de tratamento oncológico da América Latina. De forma integrada e multidisciplinar, atua na prevenção, diagnóstico e tratamento ambulatorial e cirúrgico dos mais de 800 tipos de câncer identificados pela Medicina, divididos em mais de 40 especialidades. A cada ano identifica e trata 14 mil novos casos da doença, com pacientes de diversas partes do país e exterior, totalizando mais de 950 mil atendimentos (consultas, exames laboratoriais e por imagem, internações, cirurgias, quimioterapia e radioterapia, entre outros). Seu corpo clínico é composto por uma equipe fechada de 403 médicos especialistas, a maior parte com mestrado e doutorado. A dedicação e interação destes profissionais em atividades interdisciplinares resulta em um tratamento com melhores índices de sucesso, só comparáveis aos observados em centros oncológicos da América do Norte e Europa.

Na área de ensino, o A.C.Camargo criou a 1ª Residência em Oncologia do país, em 1953, e é responsável pela formação de um em cada três oncologistas em atividade no Brasil. Sua pós-graduação, criada em 1997, é a única em um hospital privado reconhecida pelo Ministério da Educação e foi avaliada com nota máxima durante toda essa década pela CAPES, tornando-se assim, entre escolas públicas e privadas, a melhor do país em Oncologia e uma das duas melhores em Medicina. Tem a maior produção científica da área, com mais de mil trabalhos publicados na última década nas principais revistas internacionais de alto impacto. Centralizou em 2000 o Genoma do Câncer no Brasil, financiado pela Fapesp e Instituto Ludwig, instituição de pesquisas em câncer que o A.C.Camargo abrigou por mais de 20 anos.

Em 2009, o Hospital foi apontado pela edição 500 Melhores Empresas da revista Istoé Dinheiro como uma das melhores em Saúde pelo terceiro ano consecutivo. No mesmo ano foi eleito pelo Guia Você S/A Exame como uma das Melhores Empresas para Você Trabalhar e pela segunda vez consecutiva está entre as 10 melhores empresas de serviços médicos do Brasil na Gestão de Pessoas, de acordo com o anuário Valor Carreira.

Mais informações ao público: www.accamargo.org.br

No twitter: http://twitter.com/haccamargo