Notícia

Agência C&T (MCTI)

Workshop apresenta avanços do Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre

Publicado em 13 fevereiro 2013

Os progressos alcançados no desenvolvimento do Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre (BESM, na sigla em inglês) serão apresentados ao público e aos pesquisadores dos programas envolvidos, em workshop organizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) na terça-feira (19). O modelo será a contribuição brasileira para o próximo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, o IPCC-AR5.

O evento terá a participação do professor Guy Brasseur, diretor do Centro de Serviços Climáticos (CSC) da Alemanha e ex-diretor do Centro Nacional de Pesquisas Atmosféricas (NCAR), dos Estados Unidos. Também estarão presentes secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Carlos Nobre, e o diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz, entre outros dirigentes e pesquisadores. A inscrição no workshop é gratuita.

Participam do BESM, coordenado pelo Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe): Programa Fapesp de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG), Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (Rede CLIMA) e Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC).

O Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre foi idealizado para não apenas colocar o Brasil no cenário internacional do desenvolvimento de modelos, como também para tratar com maior exatidão os processos regionais, de interesse para o país, a fim de ter uma base científica melhor para enfrentar os desafios e consequências das mudanças globais em curso.

Texto: Ascom do CCST