Notícia

MCTIC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Walter Colli é o novo diretor do Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais

Publicado em 14 maio 2010

Por Ricardo Lemos

O Conselho Superior da Associação Brasileira de Tecnologia Luz Síncrotron (ABTLuS) aprovou hoje (14) o nome do professor Walter Colli para o cargo de diretor do Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP). Operado pela ABTLuS, por meio de contrato de gestão com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), o CNPEM reúne os Laboratórios Nacionais de Luz Síncrotron (LNLS), de Biociências (LNBio) e de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE).

O nome de Colli foi indicado por um comitê de busca nomeado pela ABTLuS formado por Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) Celso de Melo, presidente da Sociedade Brasileira de Física (SBF) Pedro Wongtschowski, diretor presidente do Grupo Ultra, João Steiner, professor do Instituto de Astronomia e Geofísica (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), tendo como presidente Rogério Cezar de Cerqueira Leite, diretor do Conselho de Administração da ABTLuS.

Colli é membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e da Ordem do Mérito Científico do Brasil nas classes comendador, título que lhe foi outorgado em 1995, e Grã Cruz, em 2000. É reconhecido também na Argentina que, pela colaboração que tem mantido com pesquisadores nacionais, lhe conferiu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Buenos Aires.

Tem mais de 110 trabalhos publicados em periódicos científicos indexados, 20 capítulos de livros e mais de 2.600 citações. Entre esses artigos está o resultado da pesquisa que procura desvendar os mecanismos moleculares da relação hospedeiro-parasita em que utilizou como modelo o Trypanosoma cruzi, protozoário transmissor da doença de Chagas.

O professor tem vários prêmios, entre eles, o Scopus, conferido pela Capes/Elsevier pela qualidade das publicações e pessoal formado o Prêmio CNPq 45 anos o Prêmio Samuel Barnsley Pessoa, da Sociedade Brasileira de Protozoologia e o Prêmio Lafi de Ciências Médicas, da Fundação Lafi.

Graduou-se em Medicina pela USP em 1962, fez o doutorado em Bioquímica pela Faculdade de Medicina em 1966 e Livre Docência pelo Instituto de Química da USP, em 1971. Foi professor titular da USP de 1980 até 2009, bolsista de Produtividade 1A do CNPq entre 1982 e 2009 e, hoje, é colaborador sênior do Instituto de Química da USP e bolsista de Produtividade Sênior do CNPq.

Colli destacou-se também nos cargos que exerceu como diretor do Instituto de Química da USP em dois períodos - de 1986 a 1990 e de 1994 a1998 -, e do Instituto Butantan, em 1999. Foi membro do Conselho Deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), de 1989 a 1991 do Conselho Superior da Fapesp, entre 1988 e1994 presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo por sete anos e diretor do Instituto de Relações Internacionais da USP, por outros três.

Em 2006, um ano depois de aprovada a Lei de Biossegurança, Colli assumiu a presidência da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), cargo em que permaneceu até 2009.