Notícia

Revista Concerto

Vincenzo Galilei contra o número sonoro

Publicado em 01 novembro 2011

Por Carla Bromberg

Lançamento LF editorial, Educ e Fapesp. 162 páginas. R$ 35,00

A passagem do século XVI para o XVII foi marcada por profundas mudanças na prática e no pensamento musical, que propiciariam o

II surgimento de uma nova forma de fazer música, que hoje denominamos como Barroco. Florença, um dos epicentros desta mudança, é a cidade em que foi fundada uma camerata em torno da qual se desenvolveram os primeiros experimentos que definiriam o surgimento da ópera. Colegjado de músicos, literatos e eruditos de forma geral, Vincenzo Galilei foi uma das mais importantes figuras da Camerata Florentina, tendo sido o norteador teórico que possibilitou o surgimento de uma nova prática musical. Músico, matemático e filósofo - hoje mais famoso como pai do astrônomo Galileu -, Galilei está quase sempre fora do alcance de público brasileiro, seja pela ausência de tradução de suas obras, seja pela não publicação de estudos sobre elas. Desta maneira, o livro Vincenzo Galilei contra o número sonoro, da pesquisadora Carla Bromberg, surge como valiosa ferramenta de estudos sobre a teoria e a prática musical do Alto Barroco ao realizar um panorama do pensamento geral de Galilei, que também vai ao encontro dos interessados pela história da ciência e a interdisciplinaridade.