Notícia

Notícias do CNPq

Vilson Rosa toma posse como Diretor de Cooperação Institucional

Publicado em 18 junho 2019

Por Mariana Oliveira

O CNPq tem novo diretor de Cooperação Institucional. O pesquisador Vilson Rosa de Almeida tomou posse nesta terça-feira, 18, e estará à frente das ações executadas em parcerias com instituições como institutos de pesquisa, fundações estaduais de amparo à pesquisa e organismos internacionais. Dentre essas ações estão PIBIC, PIBIT, INCT e as cooperações internacionais, entre outros.

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) tem novo diretor de Cooperação Institucional. O pesquisador Vilson Rosa de Almeida tomou posse nesta terça-feira, 18, e estará à frente das ações executadas em parcerias com instituições como institutos de pesquisa, fundações estaduais de amparo à pesquisa e organismos internacionais. Dentre essas ações estão os Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica e em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC e PIBIT), os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) e as cooperações internacionais, entre outros.

Vilson Rosa de Almeida (centro) assina termo de posse. À esquerda, o diretor da DGTI, Manoel da Silva, substituindo o presidente do CNPq, que está em viagem internacional e, à direita, o diretor substituto da DABS, Carlos Alberto Pittaluga.

Bolsista do CNPq de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) nível 1D, o novo diretor tem reconhecimento internacional por relevante contribuição científica, ao compor, triplamente, a lista dos 100 artigos mais citados dos 40 anos de história do renomado periódico internacional Optics Letters, classificado como QUALIS A1 nas áreas de Engenharias III e IV, dentre outras áreas. Os artigos do pesquisador galgaram as posições de 16, 60 e 80 entre os mais citados, caracterizando-o como o brasileiro mais citado e com maior número de artigos ranqueados.

Trajetória e atuação

Vilson Rosa possui graduação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em Engenharia Eletrônica com distinção Magna Cum Laude (1997), além de graduação pela Academia da Força Aérea (AFA) em Ciências Aeronáuticas com habilitação em Aviação Militar (1987), mestrado pelo ITA em Engenharia Eletrônica e Computação (1998) e doutorado pela Cornell University em Electrical and Computer Engineering (2004). É especializado nas áreas de Fotônica e de Engenharia Eletrônica, para aplicações Aeroespaciais e em Engenharia Biomédica e tem experiência na concepção, projeto, fabricação e caracterização de dispositivos em Fotônica Integrada em Silício, de Sensores a Fibra Óptica, em especial para Aplicações Aeroespaciais.

Credenciado na Pós-Graduação do ITA e na Divisão de Fotônica do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), ambos pertencentes ao DCTA-COMAer, é membro da Comissão de Avaliação de Programas de Pós-Graduação da CAPES - Engenharias III (Trienal 2010-2012; Quadrienal 2013-2016). Além disso, é membro do Conselho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Ótica e Fotônica (SBFoton), coordenador da Comissão de Área Física na Empresa; (FEM), da Sociedade Brasileira de Física (SBF) e assessor ad-hoc da FAPESP.