Notícia

Quimiweb

Vídeo de webinário sobre impacto da COVID-19 na educação ganha legenda em português

Publicado em 19 maio 2021

Agência FAPESP – Em 3 de março de 2020, o 9º encontro da série FAPESP COVID-19 Research Webinars, organizada pela FAPESP com apoio do Global Research Council (GRC), teve como tema a COVID-19 e as desigualdades sociais e foco no impacto da pandemia na Educação. O vídeo do debate, publicado na página da Agência FAPESP no YouTube em inglês, ganhou legenda em português e pode ser acessado em https://youtu.be/-sqKirWXK3s.

Participaram do webinário Lorena Barberia, pesquisadora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), Prudence Carter, da University of California, em Berkeley nos Estados Unidos e Romain Delès, da Université de Bordeaux na França. O encontro foi aberto por Ana Maria Fonseca Almeida, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e teve como moderadora Marta Arretche, do Departamento de Política e Ciências Sociais da Universidade de São Paulo (USP).

No encontro, Barberia alertou para o “abismo de desigualdade” resultante do acesso diferenciado à educação durante a pandemia, recomendou que as escolas, quando reabertas, desenhassem programas especiais para os alunos que não tiveram acesso remoto às salas de aula ou à supervisão.

Nos Estados Unidos, as desigualdades também se ampliaram ainda mais com a pandemia. Carter descreveu um quadro de segregação digital entre alunos de escolas públicas e sugeriu que o acesso à internet seja considerado um bem público.

O período de dois meses em que crianças e adolescentes tiveram aulas remotas na França foi avaliado por meio de questionário enviado para todos os pais e responsáveis de alunos do sistema educacional francês, em estudo que envolveu mais de 63 mil escolas públicas e privadas, do jardim de infância ao ensino médio. Mais de 32 mil pais e responsáveis responderam à pesquisa, contou Delès.

A íntegra do webinário em inglês está disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-sqKirWXK3s e a versão com legendas em português pode ser acessada em https://youtu.be/-sqKirWXK3s.

Fonte: Agência FAPESP