Notícia

MSN

Venenos de serpente e de aranha da Amazônia têm potencial farmacológico

Publicado em 12 novembro 2020

Por André, Julião, da Agência FAPESP

Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto Butantã, apoiados pela Fapesp, identificaram no veneno de uma serpente e de uma aranha do Norte do Brasil uma série de peptídeos – pequenos fragmentos de proteínas – com potencial farmacológico para combater condições cardíacas, bactérias, fungos, vírus e câncer, entre outros.

O estudo do veneno da serpente, a jararaca-do-norte (Bothrops atrox), foi publicado no Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases. A espécie é responsável pela maior parte dos acidentes ofídicos na região Norte do país.

A aranha é uma espécie de tarântula também da região amazônica, a Acanthoscurria rondoniae. O trabalho sobre suas toxinas foi publicado na revista Frontiers in Pharmacology.

“Encontramos 105 peptídeos [pequenos fragmentos de proteína] no veneno da jararaca-do-norte e 84 novas toxinas expressas nas glândulas de veneno da aranha, muito pouco estudada até hoje. Há vários estudos sobre a espécie de serpente, mas não nesse nível de detalhe dos peptídeos, que são moléculas pequenas, com poucos aminoácidos, o que facilita sintetizarmos aquelas que parecerem mais interessantes”, explica Alexandre Tashima, professor da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) e coordenador dos estudos, que integram projeto apoiado pela Fapesp.

Venenos de animais são conhecidos pelo grande potencial biotecnológico. As serpentes do gênero Bothrops, por exemplo, possuem toxinas ricas nos chamados peptídeos potenciadores da bradicinina, que no passado originaram medicamentos para controle da pressão arterial, como o captopril, advindo de peptídeos da jararaca (Bothrops jararaca).

A empresa norte-americana Vestaron, por exemplo, transformou o veneno de uma espécie de aracnídeo australiana (Hadronyche versuta) em um biopesticida, que paralisa insetos que prejudicam lavouras sem afetar abelhas, aves e mamíferos.

No estudo atual com a jararaca-do-norte, os pesquisadores buscaram diferenciar o veneno das fêmeas e dos machos, analisando quatro indivíduos de cada sexo. A hipótese era de que as fêmeas poderiam ter diferenças na composição do veneno, uma vez que são maiores e que estudos já mostraram que a peçonha é mais potente, talvez por razões evolutivas.

“Dependendo do local onde vivem e das presas que têm à disposição, as serpentes podem ter diferenças na composição do veneno, mesmo dentro de uma mesma espécie. No caso das fêmeas, uma vez que elas precisam proteger os ovos, pode ser que isso tenha favorecido uma seleção de formas mais potentes das toxinas”, diz Tashima.

Confirmando a hipótese, o levantamento – usando a técnica de espectroscopia de massas – mostrou que as fêmeas têm uma maior abundância de desintegrinas, peptídeos conhecidos por se ligarem a proteínas presentes nas plaquetas do sangue. Uma hipótese levantada pelos pesquisadores é que as desintegrinas das jararacas fêmeas possam interferir ainda mais na coagulação sanguínea do que as dos machos. No entanto, ainda é preciso testar essa possibilidade. Uma das novas desintegrinas foi caracterizada e nomeada como BATXDIS1.

O estudo mostrou ainda, em machos e fêmeas, uma diversidade de peptídeos potenciadores da bradicinina (BPP, na sigla em inglês), além dos já conhecidos em outras espécies. Seis dos 14 BPPs encontrados são novas moléculas, que podem ser estudadas futuramente – podendo dar origem a novas classes de fármacos para hipertensão arterial, por exemplo.

Tarântula de Rondônia

Enquanto as serpentes têm grandes glândulas de veneno, que produzem uma quantidade suficiente para fazer caracterizações e mesmo para testar sua ação, aranhas produzem quantidades pequenas de peçonha. Nesse sentido, as ferramentas computacionais recentes facilitaram bastante seu estudo.

Depois de caracterizar o veneno da A. rondoniae no laboratório por diversas técnicas, os pesquisadores submeteram as sequências obtidas a bancos de dados gratuitos. As ferramentas computacionais fazem comparações com o que já foi caracterizado e está registrado nesses repositórios.

Entre as 84 toxinas analisadas, foram encontradas semelhanças com outras que têm efeitos bactericidas, anticâncer, antifúngicos e antivirais. Foram identificados sete novos peptídeos ricos em cisteína (CRP, na sigla em inglês). Os CRPs são comuns em toxinas de aranhas e têm conhecidos efeitos em canais iônicos e contra bactérias. Além deles, um outro peptídeo tem potencial não apenas bactericida como antifúngico.

Alguns dos CRPs têm ainda grande semelhança com outros peptídeos, de outros animais, que já mostraram resultados promissores contra vírus. Dois CRPs e quatro peptídeos menores apresentaram também potencial contra células tumorais.

Os pesquisadores ressaltam que os resultados são apenas indicativos de atividades biológicas potenciais. Para confirmar a ação, trabalhos experimentais deverão ser feitos em modelos celulares e animais, o próximo passo da pesquisa.

“Esse estudo mostra ainda como conhecemos pouco da nossa biodiversidade, a maior do mundo, tanto do ponto de vista biológico e ecológico, quanto farmacológico e biotecnológico. Moléculas como essas podem ser exploradas de forma sustentável. Estamos perdendo muitas espécies sem nem mesmo conhecê-las”, encerra Tashima.

O artigo Comparative gender peptidomics of Bothrops atrox venoms: are there differences between them?, de Adriana Simizo, Eduardo S. Kitano, Sávio S. Sant’Anna, Kathleen Fernandes Grego, Anita Mitico Tanaka-Azevedo e Alexandre K. Tashima, pode ser lido em: http://dx.doi.org/10.1590/1678-9199-jvatitd-2020-0055.

O artigo A Multiomics Approach Unravels New Toxins With Possible In Silico Antimicrobial, Antiviral, and Antitumoral Activities in the Venom of Acanthoscurria rondoniae, de Guilherme A. Câmara, Milton Y. Nishiyama-Júnior, Eduardo S. Kitano, Ursula C. Oliveira, Pedro I. da Silva Júnior, Inácio L. Junqueira-de-Azevedo e Alexandre K. Tashima, pode ser lido em: www.frontiersin.org/articles/10.3389/fphar.2020.01075/full.

ESTADÃO

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Estadão.com UOL Agência Brasil IstoÉ Dinheiro online IstoÉ online Folha de Pernambuco online UOL BOL Diário de Pernambuco online Correio Braziliense online O Estado (CE) online O Povo Jornal de Piracicaba G1 Pequi FM 87,5 Jornal Bom dia (Erechim, RS) online Jornal Guaru News online Terra UOL Mais Voz da Bahia Bahia.ba CCN News Revista Ecológico online Sou Ecológico Portal de Notícias Jornal Voz da Comunidade Portal da Enfermagem Jornal Alerta Jornal da Ciência online Saber Atualizado Planeta online Galileu online LabNetwork Digital Rádio e TV Metropóles Brasil Amazônia Agora Tá Sabendo? O Povo online Dinheiro Rural online A Crítica (MS) online Bem Paraná online Agora RN online Rádio Jornal Notícias ao Minuto Santa Portal Carta Campinas Sistema Costa Norte de Comunicação O Juruá Em Tempo Revista Amazônia Metropóles EExpoNews O Liberal (PA) online Em Tempo (Manaus, AM) online DF Manchetes Jornal Noroeste News Amambai Notícias O Novo Oeste Diversidade Amazônica Primeira Hora TV Prefeito Blog do José Duarte Lima Rondonotícias Conesul News Mix Vale Pelo Mundo DF Barulho Curitiba Jornal Página do Estado Ponta Porã Informa Portal Agora no RS Portal Tucumã Portal Lapada Lapada NE10 CGN ISN Portal O Bom da Notícia O Documento online O Rolo Notícias Douranews Jornal O candeeiro online Notícias Botucatu Cenário MT Jornal Extra de Alagoas online Itamarati News Verguia Portal 24h Voz do Bico Central Brasil Notícias Diário de S.Paulo online Marechal News Clube Genesis Panorama Farmacêutico Nova Mais A Gazeta News (MS) online Jornal O Sollo O Otimista online Bonde Painel Notícias Catve Rápido no Ar Rádio Educadora de Sapeaçu A Tribuna News (Campo Grande, MS) online Atual MT Bahia Política Bahia Ligada Jornal O Diário (MT) online - Clique F5 Blog do Ronaldo Tiradentes Rondônia Dinâmica Cariri como eu vejo FA Notícias Portal Mato Grosso O Mato Grosso Jornal Agência 14 News Consecti - Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I De Fato Rondônia Pressbee (Malásia) APM- Associação Paulista de Medicina Momento MT Notícias BH Folha Diferenciada Destaque Notícias A Província do Pará Le Gran Capital News Liberdades Marechal online Matro Grosso News Jornal O Pontal O Serrano online Jornal Vale Notícia online Imirante Jornal Garopaba Jornal Fogo Cruzado DF Planeta Osasco Plantão News (MT) Plantão Santamariense Portal Correio do Lago Rádio 94Fm Dourados Repórter 1 Sim Notícias Somos Notícia MS em Foco Diário em Foco Expressão Rondônia Foco Regional Atenas Notícias Gazeta Brazilian News (EUA) online Gonzaga Patriota Hoje em Dia online G7 Bahia ID News Hortêncio FM 87.5 Blog da Cris César Santana Blog do Amarildo Rômulo de Oliveira Martins: Advocacia e Assessoria Jurídica Pará1 Rádio SAT FM Cidade em Foco Regionall Noticias (Tailândia) Campos 24 horas Rádio Milênio 105,9 FM Rádio Povo Leiamais.ba MA24Horas Meu Jornal Quimiweb Saense Região Noroeste Jornal Roraima Hoje Jornal SegNews Repórter Ceará Primeira Edição MS em Dia Oeste em Foco online Portal Alto Piquiri O comuniqueiro O Brasileiro O Estado RJ online Livre Portal Online Jornal da Franca Dia a Dia ES Cassilândia Notícias Blog do Parceiro Difusora 24h Itaporã News Roberto Lorenzon FarolCom Jornal Folha de Videira online Novoeste Portal de Finanças Portal Fator Brasil Vida Saudável Jornalismo 24 Horas Gazeta do Dia (Sorriso, MT) Por Dentro do Coronavírus Por Dentro de Minas Portal Paraná Empresarial Marcas e Mercados Jornal da Manhã (Uberaba, MG) online Empresas S/A APIMEC - Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais A Gazeta do Amapá Rondônia In Foco Coisas da Vida Jornal Bom dia (Erechim, RS) online ZUG Portal Comunica AM! Ecoamazônia Programa InfoSalud (Argentina) Portal Aconteceu TV Jornal Rádio Tribuna de Iguatu Sociedade Científica Ouro Verde Rádio Cidade Nova FM 104,9 Veja Paraná DHoje Interior online Defesa em Foco Eg News Portal Netto Reis Femina Buzz Inforbrnet Prime News Jornal de Piracicaba online Portal GRNews Mato Grosso Digital Jornal de Jundiaí online Falando de Gestão Metro Jornal online Os Cabeças da Notícia Diário do Rio Claro online Blog do Parceiro Ururau Plantão News (MT) Beto Ribeiro Repórter Dourados Agora Ciclo Vivo SBQ - Sociedade Brasileira de Química Jornal Folha de Goiás ICTQ - Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade Tribuna União Ouro Preto Online Tribuna (Ribeirão Preto, SP) RM Consult Tribuna Ribeirão online Diário Popular IPTV Espaço Ecológico no Ar O Folha de Minas Jornal Startup Jornal Joseense News Pfarma Blog Jornal da Mulher Veja Saúde Portal Amazônia Ouro Preto Online Correio Paraense Portal RBN Acontece RO