Notícia

Jornal da Unesp online

Valorização da consolidação institucional marca cerimônia de 35 anos da Unesp

Publicado em 10 novembro 2011

A solenidade de 35 anos da Unesp foi presidida pelo vice-reitor no exercício da Reitoria, Julio Cezar Durigan e compuseram a mesa o presidente da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo) Celso Lafer; Herman Cornelis Jacobus Voorwald, secretário da Educação do Estado de São Paulo, que representou o governador Geraldo Alckmin; o deputado Barros Munhoz (PSDB), presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo; Edmir Gervásio Moreira, secretário chefe da Casa Militar do Governo do Estado de São Paulo; Mônika Bergamaschi, secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; Marcos Fábio de Oliveira Nusdeo, representando o procurador geral do Estado; e Antonio Manuel dos Santos Silva, representando os ex-reitores da Unesp.

Após a interpretação do Hino Nacional pelos acadêmicos do Instituto de Artes (IA), acompanhados pela Orquesta Acadêmica, sob a regência do professor Lutero Rodrigues do IA, a secretária de Agricultura Monika Bergamaschi fez uso da palavra representando os ex-alunos da Unesp. Referindo-se à Universidade como "minha casa, minha mãe", ela citou o valor da educação na preparação dos indivíduos para a vida em sociedade. "Recebemos da escola os valores morais e os princípios que nos transformam. Pela transformação que fez na minha vida e dos ex-alunos em nome de quem eu falo, eu agradeço a Unesp. Tenho certeza de que o futuro desta universidade será brilhante."

Identidade unespiana

Representante dos servidores Aírton Camplesi, lembrou a superação de momentos de dificuldades estruturais e financeiras no início da Unesp e classificou a evolução da instituição como meteórica. "Graças ao trabalho abnegado e empenho de docentes, servidores e alunos, militamos hoje em uma das melhores universidades do país e que cada vez mais obtém respeito internacional."

O fortalecimento de uma identidade unespiana foi destacado pelo professor Fernando Augusto Silva Marins, representante dos docentes na solenidade. "Hoje, todos os que atuam ou são egressos da Unesp têm uma referência de origem. As pessoas estão satisfeitas por fazer parte de uma comunidade, ou até mais, de uma família unespiana."

"A universidade vive um momento importante de melhoria, que é um desafio permanente para uma instituição que está irradiada em todo o Estado", disse o professor Celso Laffer da Fapesp . "A Unesp é, juntamente com a USP e Unicamp, uma das principais parceiras da Fapesp, seja nas atividades de pesquisa ou no apoio à formação de recursos humanos."

Reitor da Unesp entre 1997 e 2001, o professor Antonio Manuel Santos Silva saudou os ex-reitores e homenageou todos que ajudaram a construir a instituição. "A Unesp chegou onde está pelo trabalho duro de seus dirigentes, servidores e alunos. Não foi fácil crescer, mas isso se deu graças a uma doação generosa de todos".

O secretário de Educação Herman Cornelis Jacobus Voorwald citou o reconhecimento do governador Alckmin pela importância da Unesp no desenvolvimento do Estado. Lembrando a criação da Universidade e a contribuição de todos os reitores o professor ressaltou o envolvimento da comunidade no desenvolvimento da instituição. "A evolução da Unesp foi diretamente conduzida pelo desejo da comunidade. Sólida e comprometida, ela sempre apontou os caminhos para seus dirigentes. Isso levou a Universidade a caminhar para o reconhecimento como grande universidade pública e de pesquisa que desfruta hoje".

Voorwald também fez um apelo aos envolvidos com a Universidade pela educação básica de qualidade. "As universidades públicas precisam ser atores para a formação adequada dos professores que vão conduzir nossos jovens para o futuro que eles merecem."

Após lembrar o processo de criação da Universidade, o professor Durigan citou números que atestam a evolução da instituição e a qualidade do ensino, pesquisa e extensão que ela pratica. "O que buscamos é a formação de pessoas que também sejam cidadãos éticos, comprometidos com a construção da paz, a defesa dos direitos humanos e o exercício da democracia plena", destacou. "A Unesp hoje é uma instituição que absorve as demandas e as expectativas da sociedade e também propõe pautas e agendas para o desenvolvimento."

Durigan também fez questão de homenagear os ex-reitores e a comunidade unespiana. "Os dirigentes apontaram o norte de sucesso da nossa instituição e nossa força vem do trabalho fantástico da comunidade, que sabe assimilar as dificuldades e aproveitar com competência as oportunidades de crescimento".

No encerramento de seu discurso, o vice-reitor no exercício da Reitoria concluiu. "Hoje os senhores testemunham a pequena memória e o trabalho arrojado dessa jovem universidade. Queremos que os mais jovens se orgulhem desse legado."

Novos convênios

Após nova apresentação musical de alunos do Instituto de Artes, Celso Lafer recebeu uma homenagem pelos 50 anos da Fapesp. O professor Durigan também recebeu homenagens da Universidad Del Valle da Colômbia e da Washington Eastern University, feita pelos seus representantes Hector Cadavid e Judd Case, respectivamente.

A sessão solene foi encerrada com a assinatura de termos de convênios com a Universidade São José de Beirute (em francês Université Saint-Joseph de Beyrouth), no Líbano, a Universidade de Toronto, no Canadá e a Universidade de Hubei, na China. Na sequência teve início o colóquio "Universidade sem fronteiras", com mesas-redondas voltadas à discussão da internacionalização do ensino superior.

Sérgio Santa Rosa