Notícia

Ibram - Instituto Brasileiro de Mineração

Vale e Fundações de Amparo à Pesquisa investem quase R$ 100 mi em 4 anos

Publicado em 14 março 2017

A Vale e as Fundações de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), do Pará (Fapespa) e de São Paulo (Fapesp) assinaram parceria que rendeu bons frutos: investimentos de R$ 99 milhões em projetos de Ciência e Tecnologia (C&T) ao longo dos últimos quatro anos. O convênio é o maior já assinado entre uma empresa privada e órgãos estaduais de amparo à C&T do país. O Vale-Faps contratou 114 dos 117 projetos selecionados, que viabilizaram 621 bolsas de pesquisa, envolvendo 30 instituições nos três estados. Foram contempladas as áreas de mineração, energia, ecoeficiência e biodiversidade e processos ferrosos para siderurgia. A Vale investiu R$ 61 milhões e as Faps, outros R$ 38 milhões.

"Esta ação contribuiu significativamente para a produção de conhecimento técnico cientifico e resultados que estão sendo transferidos para a Vale. A parceria rendeu bons frutos no que diz respeito à formação de recursos humanos, publicação de artigos em revistas especializadas, desenvolvimento de protótipos e metodologias, entre outros avanços tecnológicos", comemora o gerente-executivo de Tecnologia e Inovação da Vale, Luiz Mello.

Mais de 60 projetos já estavam em execução em áreas de negócio da Vale nos primeiros dois anos de vigência do convênio. Empregados das áreas de Meio Ambiente, Saúde & Segurança, Cobre, Fertilizantes, Logística, TI, RH e de Ferrosos passaram a interagir ativamente, em uma parceria inédita no país.

"Diversas áreas da empresa tiveram acesso a conteúdos científicos e tecnologias inovadoras, possibilitando novas formas de solucionar desafios. Em alguns casos, empregados da Vale passaram a interagir ativamente com os projetos de P&D, ocorrendo casos nos quais eles próprios se tornaram parte integrante dos programas de pós-graduação das instituições executoras dos projetos", conta Mello.

Vale