Notícia

UOL

Vacinação em massa em Serrana reduz mortes por Covid em 95%, mostra estudo

Publicado em 31 maio 2021

Por Por Pedro Fonseca

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A cidade de Serrana, no interior de São Paulo, registrou queda de 95% nas mortes por Covid-19 após concluir a vacinação de quase todos os adultos com a CoronaVac, de acordo com um estudo divulgado nesta segunda-feira, que reforçou a necessidade de imunizar a maior parte da população para controlar a pandemia.

Com 45 mil habitantes, Serrana se tornou um oásis no Brasil, país que tem o segundo surto mais letal de Covid no mundo, com mais de 461 mil mortes até agora, e um ritmo de imunização lento devido à falta de vacinas.

"As mortes caíram 95%, as internações recuaram 86% e os casos sintomáticos forma reduzidos em 80%. Estes são os principais resultados do estudo clínico de efetividade inédito no mundo", disse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ao anunciar os resultados do estudo conduzido pelo Instituto Butantan, que é ligado ao governo paulista.

O Butantan, que produz a vacina CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac Biotech, iniciou a pesquisa em fevereiro com o objetivo de vacinar toda a população adulta da cidade(cerca de 30 mil pessoas) para avaliar o impacto da imunização em massa no combate à pandemia de Covid-19.

No início da vacinação, a cidade enfrentava um aumento de casos de Covid, mas a disseminação do vírus foi contida depois que 75% da população foi imunizada, de acordo com a pesquisa.

"O resultado mais importante foi entender que podemos controlar a pandemia mesmo sem vacinar toda a população. Quando atingida a cobertura de 70% a 75%, a queda na incidência foi percebida até no grupo que ainda não tinha completado o esquema vacinal”, disse o diretor médico de pesquisa clínica do Butantan, Ricardo Palacios.

Os pesquisadores dividiram a cidade em quatro áreas para tentar entender qual era o limite para conter a propagação do vírus e descobriram que a disseminação foi controlada depois que três áreas receberam a segunda dose.

O número de casos sintomáticos caiu 80% e as internações recuaram 86%, além da redução de 95% das mortes, segundo dados do Butantan. Os resultados da pesquisa foram antecipados no domingo pela TV Globo.

“A vacina do Butantan é segura, eficaz, eficiente, de altíssima qualidade e contribui para prevenir o desenvolvimento da doença, complicações e óbitos entre os infectados. Agora também sabemos que ela provoca efeito benéfico em uma população inteira, protegendo tanto os vacinados quanto os não vacinados e reduzindo a circulação viral de forma expressiva”, afirmou o presidente do Butantan, Dimas Covas.

O presidente do Butantan aproveitou o anúncio dos dados da pesquisa em Serrana para garantir que não será necessário revacinar idosos que tenham tomado a CoronaVac, minimizando estudos divulgados recentemente que apontaram uma eventual efetividade da CoronaVac abaixo de 50% nas pessoas acima de 75 anos.

"Essas notícias que causaram alarme nos últimos dias não procedem, os estudos não tem poder suficiente para chegar a essa conclusão, muito longe disso. Os dados que existem nesse momento são que não há absolutamente necessidade disso, e os dados de Serrana vem confirmar esse ponto", disse.

De acordo com o Butantan, a vacinação em Serrana foi realizada na vigência da variante P.1 como a predominante, o que reforçou a efetividade da variante contra a linhagem do coronavírus originada em Manaus, que se tornou a principal do país desde o início do ano.

Os pesquisadores do Butantan também afirmaram que a vacinação não gerou qualquer seleção genéticas de novas variantes do coronavírus, o que era uma preocupação com o processo de vacinação em massa.

Serrana é cercada por cidades que ainda enfrentam aumento de casos de Covid. Ribeirão Preto, a 25 quilômetros, passa por uma quarentena rígida atualmente para tentar conter a disseminação da Covid-19.

Uma experiência semelhante está em andamento em Botucatu, também em São Paulo, sob coordenação do Ministério da Saúde. A expectativa é imunizar grande parte dos 148 mil habitantes com a vacina de Oxford/AstraZeneca.

Até o momento o Brasil vacinou 45 milhões de pessoas com a primeira dose, o equivalente a 21,5% da população, e 22 milhões com as duas doses, o que representa 10,4%. A CoronaVac é a vacina mais aplicada no país, sendo responsável por 63% de todas as doses, ante 34,6% da AstraZeneca e 2,5% da Pfizer.

O governador Doria disse que o Brasil inteiro poderia ter o mesmo resultado de Serrana no combate à Covid-19 não fosse o atraso no programa nacional de imunização.

(Reportagem adicional de Tatiana Bautzer, em São Paulo)

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Folha.com Folha de S. Paulo BOL IstoÉ Dinheiro online Diário do Grande ABC online Estado de Minas online Correio Braziliense online Diário de Pernambuco online IstoÉ Dinheiro online CBN Notícias (Campinas, SP) Folha.com Portal da TV Cultura Yahoo! Yahoo! Yahoo! Yahoo! Yahoo! Portal Exame Diário do Poder G1 Portal R7 CBN Notícias G1 IstoÉ online G1 EPTV TV Globo Valor Econômico online Folha.com O Estado de S. Paulo Estadão.com O Globo online O Globo online Agência Brasil Correio Braziliense online Revista Crescer online DOL - Diário Online A Crítica (MS) online Metropóles Pfarma Revista Revide Manancial News Notícias BH Público A Tabocas Notícias Você e Região Só Notícia Boa Diário GM Fleekus (EUA) Campos 24 horas Novo Dia Notícias online Clube de Imprensa Jornal Tempo News online Jornal de Piracicaba online RIC Mais Correio da Manhã Jornal (Portugal) SIC Notícias (Portugal) Informe Cidade TV Hortolândia Mix Vale Notícias ao Minuto Folha Noroeste online Portal Banda B DL News Portal Thathi Folha da Região (Araçatuba, SP) online Real Radio Tv Brasil Correio do Povo (Porto Alegre, RS) online Barulho Curitiba A Tribuna (Santos, SP) online Rádio Itatiaia Diário do Pará online Galileu online Archyde Dinheiro Rural online Meon Jornal do Oeste (Toledo, PR) online TN Online Tribuna de Petrópolis Tribuna do Sertão Hindustan Times (Índia) online Global Times (China) Metropóles Jornale A Crítica (MS) online Brasil 247 A Cidade On (São Carlos, SP) A Crítica (MS) online Veja São Paulo online ClickPB El Observador (Uruguai) TN Online Folha Vitória online RIC Mais Mix Vale DL News Crescer online SP Agora Portal Mídia Jornal Z Norte online Gazeta de Votorantim Bahia.ba Omny.fm Último Instante Último Instante Tribuna de Ituverava online Os Cabeças da Notícia Money Times Prime Time Zone (EUA) Radar Amazônico Diário do Sudoeste (Pato Branco, PR) online MSN O Brasileiro O Dia (Rio de Janeiro, RJ) online Olhar Digital Pais & Filhos online Forbes Brasil online SAPO Brasil Terra Portal do Holanda Repórter Diário São Carlos Agora SWI swissinfo.ch (Suíça) Sim Notícias Repórter Diário The Peninsula Qatar (Catar) Terra Portal R3 Planeta online TNH1 Blog Vi o Mundo Super Rádio Tupi FM 96,5 Diário da Saúde Jornal da 3ª idade online Cidade Verde Campinas.com.br CGN Blog da Cidadania Instituto Butantan A Comarca Canaltech El País (Uruguai) online Diário da Manhã (RS, Passo Fundo) online Zero Hora online Índices Bovespa Democrata digital Eu, Rio! Zero Hora online Portal GMC Online Gazeta Brasil Consecti - Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I Blog A Crítica Investe São Paulo Reuters Brasil Portal da Enfermagem NewsLab online Portal do Governo do Estado de São Paulo Quimiweb Metropóles Revide Época Negócios online O Informante Pensar Piauí Portal Comunica AM! Portal Roma News O Anhanguera Leitura do Povo Itupeva Agora