Notícia

Valor Econômico online

Vacina chinesa ganha força como opção no Brasil

Publicado em 10 setembro 2020

Por Ana Paula Machado, de São Paulo
Com a decisão da AstraZeneca de suspender os estudos clínicos para a vacina da covid-19 após detectar um efeito adverso em um voluntário britânico, três farmacêuticas mantêm autorização para os ensaios clínicos no país: A chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, a Janssen e a Pfizer com a BioNTech. Os estudos da vacina da Sinovac estão em estágios mais avançados e segundo o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, as [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Valor Econômico