Notícia

Acorda Cidade

V Seminário Corpo e Cultura discute as relações do corpo e da cultura com a moda, arte, história e ativismos

Publicado em 05 outubro 2020

Uma intensa programação vai reunir 21 pesquisadoras e pesquisadores vinculados a diversas universidades do país

O Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), promove, nos dias 15 e 16 de outubro de 2020, o V Seminário Corpo e Cultura. O evento será realizado remotamente e transmitido online pelo canal da TV UFRB, no Youtube. Uma intensa programação vai reunir 21 pesquisadoras e pesquisadores vinculados a diversas universidades do país para dialogar sobre investigações em torno das relações do corpo e da cultura com a moda, artefatos, história, ativismos, representatividade, entre outras discussões contemporâneas. “A programação reflete a diversidade de temáticas que as experimentações e vivências corporais suscitam em contextos diversos, especialmente na composição da aparência, e o objetivo é fomentar a troca e difusão de conhecimentos, ampliando o horizonte de discussão”, explica a professora Dra. Renata Pitombo Cidreira, da UFRB, coordenadora do grupo. Serão, no total, sete encontros, às 14h, 16h e 18h no dia 15 de outubro (quinta-feira), e às 13h, 14h, 16h e 18h no dia 16 de outubro (sexta-feira).

Entre os destaques, a mesa “Corpo, Moda e Arte” abre a programação no dia 15, às 14h, com as comunicações de Renata Pitombo Cidreira (UFRB), Beatriz Ferreira Pires (USP) e Angélica Adverse (UFMG) sobre configurações visuais e dimensões sensíveis do corpo e da moda. Além de outras mesas temáticas, no dia 16, às 13h, Clécia Junqueira (UFRB) e Hanna Rodrigues (UFRJ), prestarão uma homenagem a Baga de Bagaceira, dragperformer, ativista, jornalista e pesquisador do grupo, que faleceu aos 28 anos, em julho deste ano, vítima da Covid-19. Outro momento aguardado é a conferência de encerramento, no dia 16, às 18h, do professor e pesquisador, referência nos estudos da indústria cultural, modernidade e mundialização, Renato Ortiz (Unicamp) sobre “O Universo do Luxo”, título do livro de sua autoria, lançado em 2019, no qual investigou a maneira como determinados bens simbólicos se afastam de suas raízes locais ou nacionais e tornam-se símbolos de status.

O evento também vai promover um debate sobre o corpo na perspectiva histórica e as representações de gênero na moda, com Mara Rúbia Sant’Anna (Udesc), Maria Cláudia Bonadio (UFJF) e mediação de Henrique Sena (UFRB), na mesa “Moda, Corpo e História”, no dia 15, às 16h. E logo após, às 18h, terá início a mesa Corpo, Cultura e Ativismos, com Ana Paula de Miranda (Ufpe) e Carol Barreto (Ufba) que falarão sobre formas de atuação política na moda e consumo, com a mediação de Guilherme Fernandes (UFRB).

Já no dia 16 de outubro, após a homenagem às 13h, haverá as apresentações das investigações em andamento dos graduandos, mestrandos e doutorandos do grupo de pesquisa em duas mesas seguidas: Corpo, Cultura e Artefatos, às 14h, com Etevaldo Cruz (Ufba), Gina Reis (Ufba), Larissa Molina (Ufba), Matheus Ruffino (UFRB) e Andressa Borotti (USP), abrange as dinâmicas da arte com a cultura material e a joalheria, bem como com a mídia e a censura. Em seguida, às 16h, a mesa Corpo, Cultura e Representatividade, vai reunir Mayane Carvalho (Ufba, Fernanda Barbosa (UFRB), Bárbara Anunciação (UFRB) e Armando Azevedo (UFBA), para discutir estratégias de visibilidade às poéticas e estéticas negras e LGBTQIA+.

A quinta edição do Seminário Corpo e Cultura é uma realização do Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura (Cadastrado no CNPq), com apoio do Programa de Pós-graduação em Comunicação – Mídia e Formatos Narrativos (PPGCOM) da UFRB e do Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Aos ouvintes que desejarem certificação (gratuita), um link para inscrição será disponibilizado durante a transmissão do evento e aos que não puderem acompanhar todas as atividades do evento ao vivo, as gravações da transmissão ficarão disponíveis no canal.

V Seminário Corpo e Cultura

Onde? Canal da TV UFRB no Youtube www.youtube.com/ufrb

Quando? Dia 15/10 às 14h, 16h e 18h e Dia 16/10 às 13h, 14h, 16h e 18h.

Gratuito

Mais informações, no Instagram: http://www.instagram.com/gpcorpoecultura e na página do Facebook www.facebook.com/grupodepesquisacorpoecultura

(Confira a programação completa em seguida)

Programação - V Seminário Corpo e Cultura

15 de outubro de 2020 (Quinta-feira)

14h Mesa 1 - Corpo, Moda e Arte:

Renata Pitombo Cidreira (UFRB)

Novos padrões de beleza e o sentimento de comunidade: na moda e na mídia

Beatriz Ferreira Pires (USP)

Digressões sobre a Imagem do Corpo e o Corpo da Imagem

Angélica Adverse (UFMG)

Dândis Tropicais: ideário cosmopolita para a fabulação de uma ética do si

16h Mesa 3 - Corpo, Moda e História

Henrique Sena (UFRB) - mediador

Mara Rúbia Sant’Anna (UDESC)

O corpo em traços e trajes – as representações de gênero no desenho do século XIX

Maria Cláudia Bonadio (UFJF)

O corpo vestido: uma perspectiva histórica

18h Mesa 4 - Corpo, Cultura e Ativismos

Guilherme Fernandes (UFRB) - mediador

Ana Paula de Miranda (UFPE)

Consumo de Ativismo na Sociedade de Quarentena

Carol Barreto (UFBA)

ModAtivismo: uma contribuição às lutas feministas e antirracistas

16 de outubro de 2020 (Sexta-feira)

13h - Homenagem à Baga de Bagaceira

Clécia Junqueira (UFRB)

Hanna Rodrigues (UFRJ)

14h Mesa 2 - Corpo, Cultura e Artefatos

Etevaldo Cruz (Ufba)

Artefatos, corpo e astúcia: a poética precária como crítica

Gina Reis (Ufba)

Um novo lugar para a joia: rupturas nas dimensões tangíveis e incorpóreas da joalheria

Larissa Molina (Ufba)

Jornalismo de moda e contemporaneidade: as revistas de moda em tempos de pandemia

Matheus Ruffino (UFRB)

Música sob censura na década de 1970

Andressa Borotti (USP)

Glíptica: da gema talhada à joia

16h - Mesa 5 - Corpo, Cultura e Representatividade

Mayane Carvalho (Ufba)

O consumo de cosméticos capilares e o processo de afirmação de aspectos identitários afroétnicos

Fernanda Barbosa (UFRB)

A mulher negra na publicidade de beleza

Bárbara Anunciação (UFRB)

Performance da estética negra feminina: um fenômeno comunicacional

Armando Azevedo (Ufba)

#Queerexperience - O Devir Monxtro e a performance Drag da Pink Diva Azvdo

18h: Conferência de Encerramento

“O Universo do Luxo” – Renato Ortiz (UNICAMP)

Mini curículo | Convidadxs

Profa. Dra. Ana Paula de Miranda

Professora da UFPE, doutora em Administração de Empresas pela USP, atuou como pesquisadora convidada do Departamento de Negócios da Moda da Manchester Metropolitan University (Reino Unido). Faz pós-doutorado em Cultura de Consumo no Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPEAD-UFRJ). É autora do livro “Consumo de Moda: a Relação Pessoa-Objeto” e co-autora do livro “Consumo de Ativismo”, entre outros.

Profa. Dra. Angélica Adverse

Professora da Escola de Belas Artes da UFMG, residente Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em História da UFMG, doutora em Artes Visuais pela UFMG com estágio de pesquisa (doutorado sanduíche) pela Universidade Paris I – Sorbonne. Mestre em Artes Visuais pela UFMG, Bacharel em Desenho pela UFMG, especialista em Filosofia pela UFMG. Tem Experiência na área de arte e moda, com ênfase em filosofia da arte, estética e teoria crítica da imagem. No âmbito da arte, desenvolve trabalhos propondo diálogos transdisciplinares por meio de livros de artista, vestuário, têxteis, desenho, aquarela e fotografia.

Profa. Dra. Beatriz Pires

Arquiteta, artista visual, professora e pesquisadora do Curso de Têxtil e Moda da EACH/USP. Possui Pós-Doutorado (Fapesp/2009) pelo programa “Moda, Cultura e Arte” - Centro Universitário SENAC-SP. Doutorado (Fapesp/2006) em “Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte”- FE/Unicamp. Mestrado (CNPq/2001) - IA/Unicamp. Autora dos livros: “O Corpo como Suporte da Arte” e “Corpo Inciso, Vazado, Transmudado - Inscrições e Temporalidades”.

Profa. M.a Carol Barreto

Designer de Moda, Docente e Membro de Colegiado do Bacharelado em Estudos de Gênero e Diversidade da UFBA, atrelada ao do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM). Doutoranda no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA. Mestre em Desenho, Cultura e Interatividade pela UEFS e Especialista em Desenho pela UEFS, possui graduação em Licenciatura em Letras com Inglês pela UEFS. Tem experiência na área dos estudos de Gênero, Sexualidade, Relações étnico/raciais e Moda, atuando principalmente nos seguintes temas: aparência, cultura, gênero e suas interseccionalidades. Desenvolve trabalhos relacionados aos processos de redesenho na moda, averiguando as relações entre a linguagem, moda, o vestuário e a construção dos caracteres do gênero e das identidades sexuais.

Profa. Dra. Mara Rúbia Sant’Anna

Professora da UDESC, possui graduação em História Licenciatura pela UFSC, mestrado em História pela UFSC e doutorado em História pela UFRGS. Realizou estágio de doutoramento na École des Hautes Études en Sciences Sociales (2003), pós-doutorado na Universidade de Strasbourg e na Universidade Federal do Rio de Janeiro/PPGAV. É líder do grupo de pesquisa "Moda, Artes, Ensino e Sociedade" e coordenadora de atividades de Extensão. Concentra suas pesquisas na área de História da Cultura e Ensino Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: aparência, moda, estudos da imagem relacionados ao consumo e ao ensino, a formação em artes e Victor Meirelles.

Profa. Dra. Maria Claudia Bonadio

Professora da UFJF, possui Bacharelado (1996), mestrado (2000) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Desde 2010 é membro da diretoria da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem) e editora da revista da mesma associação, a dObra[s] desde 2015. Seus temas de pesquisa são história da moda, a relação entre moda e arte, cultura visual, estudos de gênero e consumo. É autora dos livros "Moda e Sociabilidade" (2007) e "Moda e Publicidade" (2014) – 2º lugar na categoria trabalhos publicados do 29º prêmio de design do Museu da Casa Brasileira e finalista do prêmio Jabuti.

Prof. Dr. Renato Ortiz

Professor titular da Universidade Estadual de Campinas, possui graduação em Sociologie - Universite de Paris VIII (1972), mestrado em Sociologia- École des Hautes Études en Sciences Sociales (1972) e doutorado em Sociologia/Antropologia- École des Hautes Études en Sciences Sociales (1975). Autor dos livros: "Cultura Brasileira e Identidade Nacional"; "A Moderna Tradição Brasileira"; Mundialização e Cultura"; O Próximo e o Distante: Japão e a modernidade-mundo”; Mundialização: saberes e crenças”; "A Diversidade dos Sotaques: o inglês e as ciências sociais"; “Universalismo e Diversidade” e “O universo do Luxo”.