Notícia

Diarioweb (São José do Rio Preto)

Utensílios de cozinha: vantagens e desvantagens

Publicado em 24 setembro 2011

Por Gisele Bortoleto

Hoje em dia, a tecnologia nos permite escolher até o material mais adequado dos utensílios de cozinha que queremos ter em nossas casas. Alumínio, ágata, ferro, vidro, barro, aço inox, revestido ou não com película antiaderente, com pinturas coloridas... as opções são muitas. Mas você sabe qual panela escolher para preparar as refeições de sua família. Cuidado. Alguns materiais usados na fabricação permitem a migração de substâncias tóxicas para os recipientes onde são preparadas e acondicionadas as refeições antes de levá-las à mesa.

Antes de escolher, é preciso ter em mente que algumas das interações entre os alimentos e os utensílios usados na cozinha podem ocorrer. Algumas são benéficas à saúde do consumidor, outras são prejudiciais. Existem poucos estudos que avaliam os materiais de fabricação quanto ao contato com os alimentos. Muitos materiais usados na fabricação artesanal ou comercial liberam no alimento metais pesados como alumínio, cádmio e chumbo, que contaminam a comida e, consequentemente, quem a consome.

"É importante ter disponíveis panelas de materiais variados, porque isso amplia as possibilidades gastronômicas e nutricionais", diz a nutricionista Késia Diego Quintaes. A nutricionista Jaqueline Minatti, da Clínica Funcional Life, em Florianópolis (SC), sugere que adotemos alguns cuidados para evitar essa contaminação que nos expõe a um maior risco de desenvolvimento de doenças e ao menor rendimento físico e mental, devido à perda de vitalidade.

SERVIÇO:

Agência Fapesp, agencia.fapesp.br

Jaqueline Minatti, nutricionista, www.funcionallife.com.br

Livro "Por Dentro das Panelas", da nutricionista Késia Diego Quintaes (ed. Varela)

Leia amanhã sobre o crudivorismo, a dieta dos alimentos crus

Saiba mais

:: Além das panelas, os utensílios de plástico que são aquecidos ou que entram diretamente em contato com alimentos gordurosos ou ácidos também são vilões para a contaminação. São muitas vezes usados pela praticidade

:: Os recipientes que não oferecem risco à saúde são as panelas e utensílios de aço-inox, panelas de pedra-sabão, panelas de ferro e de cobre e panelas de vidro (não opacas). Para o armazenamento e aquecimento de alimentos, devem ser utilizados essencialmente recipientes de vidro ou inox

:: O plástico em contato com alimentos gordurosos, ácidos e/ou aquecidos, libera ftalatos, bisfenol A e estireno, substâncias carcinogênicas, mutagênicas e que propiciam obesidade em pessoas pré-dispostas geneticamente

:: Aquecer mamadeiras no micro-ondas é umerro. Deve-se optar pelo menor uso possível de mamadeiras; procurar usar mamadeira de vidro ou aquecer levemente o líquido em um recipiente de vidro e, posteriormente, passar para a mamadeira para reduzir essa contaminação

:: O melhor modo de armazenar as comidas na geladeira é emvidros com tampa, que podem ser plásticas. Em

potes plásticos, podem ser guardados vegetais ou grãos, ou seja, alimentos que não vão interagir

com os polímeros do plástico