Notícia

Folha.com

USP vai testar tratamento para depressão grave com campos eletromagnéticos

Publicado em 14 outubro 2020

Por Sílvia Haidar
O Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) será o primeiro centro de pesquisa da América do Sul a testar os efeitos terapêuticos da magnetoconvulsoterapia, nova técnica de tratamento para a depressão grave que já é estudada em instituições dos Estados Unidos, do Canadá e da Alemanha. A magnetoconvulsoterapia usa campos eletromagnéticos e é destinada a pacientes que não mostram [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Tribuna União Federação da Saúde Portal da Enfermagem Contexto Exato