Notícia

Gazeta da Zona Leste

USP Leste quer se aproximar da comunidade de Ermelino

Publicado em 23 outubro 2011

Até o fim deste ano, a USP Leste, localizada em Ermelino Matarazzo, deverá apresentar um programa de divulgação cientifica na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). De acordo com Marco Antonio Zago, pró-reitor de pesquisa da USP, o projeto visa promover a interação dos estudantes de escolas secundárias da região com a universidade.

EXPOSIÇÕES Segundo Zago, o novo programa se baseará na construção de uma sede, provisoriamente chamada de Casa da Ciência, que contará com salas de aula, anfiteatro, laboratórios para experimentos, salas para exposições temporárias e para trabalhos em conjunto.

O reitor da USP, João Grandino Rodas, já autorizou a destinação de recursos para a construção do edifício destinado a essas atividades. "Agora que os recursos estão disponíveis, é só vencer as etapas burocráticas relacionadas da construção", afirma o pró-reitor.

DOCENTES Em reunião com os professores da EACH, o pró-reitor apresentou a proposta para que os docentes avaliassem sua validade e manifestassem seu interesse na participação. Além disso, a USP já mantém esse tipo de programa em São Carlos e Ribeirão Preto, ligados aos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), assim como a Estação Ciência, um centro de ciências dinâmico e interativo que realiza exposições e atividades nas áreas de Ciência e Tecnologia, na Zona Oeste de São Paulo, e que também é uma iniciativa de integração com a comunidade.

POPULAÇÃO A escolha do campus Leste leVou em conta a proximidade do campus com uma população que tem menos acesso ao ensino. Assim, espera-se que a Casa da Ciência traga um grande beneficio social para os jovens da Zona Leste. Zago explicou que o campus Leste foi escolhido como sede do novo projeto também porque existem cerca de 1.400 escolas públicas de ensino secundário na região.

Os professores participantes da EACH ainda irão elaborar o projeto e decidir a estratégia de comunicação com as escolas secundárias, além dos temas que irão desenvolver.