Notícia

Canal Executivo Blog

USP é universidade selecionada por IBM e FAPESP para sediar o mais avançado Centro de IA do Brasil

Publicado em 07 outubro 2019

São Paulo – A IBM e a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) anunciam a Universidade de São Paulo (USP) como instituição parceira selecionada para sediar o mais avançado Centro de Pesquisa em Engenharia em Inteligência Artificial do Brasil. As pesquisas serão aplicadas a diferentes segmentos do mercado, com focos em recursos naturais, agronegócio, meio ambiente, finanças e saúde, criando avanços científicos significativos e formando pesquisadores e profissionais em IA. O novo Centro de IA fará parte do Centro de Inovação InovaUSP, localizado na Cidade Universitária, em São Paulo. As atividades do centro estão previstas para terem início no começo de 2020.

Com financiamento de até 10 anos, IBM e FAPESP reservarão, cada uma, até US$ 500 mil anualmente para implementar o programa, que contará com avaliações periódicas das atividades do Centro. Já a USP, por sua vez, investirá até US$ 1 milhão por ano em instalações físicas, laboratórios, professores, técnicos, administradores para gerir o Centro, entre outros. A definição do cronograma de construção do espaço e outros detalhes do projeto serão definidos em acordo que deverá ser assinado até o final de 2019.

O edital anunciado publicamente teve as propostas analisadas com auxílio de especialistas internacionais, escolhidos conjuntamente pela IBM e Fapesp. Entre os critérios levados em consideração na avaliação estavam a composição adequada de equipes de pesquisadores e profissionais designados à administração e ao gerenciamento do projeto, além da elaboração de um plano de pesquisa avançado e original competitivo, tanto nacional como internacionalmente

Esta é a maior parceria do Brasil entre uma empresa de TI e o setor acadêmico para a colaboração em Inteligência Artificial (IA) e reunirá o conhecimento de cientistas, professores e estudantes para a realização de pesquisa e projetos conjuntos. O Centro de IA também será o primeiro da América Latina a fazer parte do IBM AI Horizons Network (AIHN), criado em 2016 para promover a integração e colaboração entre as principais universidades do mundo, estudantes e pesquisadores da IBM comprometidos em acelerar a aplicação de IA a alguns dos maiores desafios globais, como assistência médica, processamento e reconhecimento de imagem, aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural e tecnologias relacionadas.