Notícia

EPTV

USP de RP inaugura laboratório de vírus perigosos

Publicado em 24 março 2008

Um laboratório preparado para a pesquisa com vírus perigosos começa a funcionar na USP de Ribeirão Preto. O investimento foi de R$ 3 milhões e foi financiado pela Fapesp. Após uma fase de treinamentos em biosegurança, os cientistas vão tentar encontrar a cura de doenças graves, como a hantavirose. A doença é transmitida por ratos silvestres e 52 pessoas foram infectadas na região nos últimos dez anos, sendo que mais da metade morreram.

Tecnologia

O laboratório é equipado com um sistema de computação que controla a temperatura e pressão internas. Câmeras monitoram todo o prédio e o acesso às salas de pesquisa só é possível através de uma senha que aciona automaticamente a abertura da porta.

Dentro do laboratório também há todo um sistema de segurança. Todo material de pesquisa que entra tem que passar por uma caixa de isolamento. São três salas, onde é possível realizar experiências diferentes ao mesmo tempo. No laboratório usado para experimentos com animais, as gaiolas têm um sistema que não deixa o ar contaminado sair.

E ao final do dia, todo o material descartável é esterilizado a 140 graus antes de ser colocado no lixo. A água usada também passa por um processo de desintoxicação e spo depois vai para a rede de esgoto.