Notícia

CM Consultoria

USP de Ribeirão Preto tem o melhor desempenho no exame da OAB

Publicado em 27 abril 2013

A Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) é pela terceira vez consecutiva a melhor do país em desempenho no Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Segundo a entidade, 19 dos 25 estudantes matriculados na universidade que prestaram o nono exame obtiveram êxito na prova, o que representa 76% de aprovação. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) aparecem em segundo e terceiro lugares, com 75,28%; e 69,57% de aprovação respectivamente. Dos 114,7 mil candidatos, apenas 11.820 foram aprovados.

Fundada em 2007, a Faculdade de Direito de Ribeirão iniciou as atividades didáticas no início de 2008. Em maio do ano passado, o curso apareceu pela primeira vez no ranking da OAB, em oitavo lugar do país em desempenho. Nos dois exames subsequentes, a faculdade já foi eleita a primeira do Brasil em aprovações. Para o diretor da unidade, Ignacio Maria Velasco, o sucesso deve-se ao projeto pedagógico inovador adotado pela universidade. "A aposta da USP com a criação da faculdade em Ribeirão era oferecer um novo paradigma de formação de bacharéis", afirma.

Dentre as características elencadas pelo diretor como diferencial do curso estão a grade em período integral nos primeiros dois anos de graduação e o volume de professores em dedicação integral à docência e pesquisa. "As aulas em período integral proporcionam uma excelente formação básica que servirá para o desenvolvimento nas disciplinas profissionalizantes. Além disso, 70% do corpo docente trabalha em regime de dedicação integral, o que é uma aposta da USP na figura do professor de direito", diz.

Segundo Velasco, a iniciativa incentiva ainda mais a inserção do aluno na pesquisa. "Mais de 15% dos alunos da faculdade fazem iniciação científica com a Fapesp e o CNPq", afirma. Já os projetos de extensão, diz Velasco, aproximam o estudante da prática cotidiana do Direito. "Já temos um setor de conciliação processual em convênio com o Tribunal de Justiça. Isso coloca o estudante em contato com a profissão antes mesmo de sair da universidade", diz. Além do setor de conciliação, a faculdade criou o Estágio Curricular Obrigatório (ECO), que integra a grade curricular do curso.

"O ECO é uma disciplina curricular com conteúdo programático. No terceiro e quinto semestres, os alunos cursam a disciplina pela manhã e fazem o estágio com as entidades conveniadas no período da tarde. Dessa forma, o aluno adquire uma bagagem teórica e prática muito boa, e já obtém nesses estágios um encaminhamento profissional futuro", explica. Durante a disciplina, os estudantes atuam em órgãos como o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Justiça Federal, Tribunal de Justiça (TJ), Defensoria Pública, Ministério Público Federal (MPF) e Secretaria de Assistência Social da Prefeitura.

Velasco acredita que o bom desempenho da universidade no exame da OAB já coloca a Faculdade de Direito de Ribeirão no topo do ensino jurídico brasileiro. "Essa faculdade, que foi um anseio da comunidade de Ribeirão Preto, está produzindo os frutos que todos desejam. Desde o primeiro momento com a primeira turma, eu dizia aos alunos que estávamos construindo uma nova faculdade, que não seria só mais uma entre as tantas faculdades de Direito do país. Se chegamos a esse resultado, é porque trabalhamos com seriedade e comprometimento", conclui.

Fonte: G1 - Rio de Janeiro/RJ