Notícia

IG

USP cria cátedra von Martius

Publicado em 09 março 2006

Agência FAPESP
A reitora da Universidade de São Paulo (USP), Suely Vilela, e o secretário-geral do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (Daad), Christian Bode, firmaram o convênio de criação da Cátedra Von Martius de Estudos Alemães e Europeus. É a primeira do gênero em uma universidade brasileira.
A assinatura foi feita na quarta-feira (8/3), no auditório da Casa de Cultura Japonesa, na Cidade Universitária, em São Paulo.
Segundo a USP, ministrada por professores visitantes alemães, a cátedra oferecerá a estudantes, principalmente de pós-graduação, e a pesquisadores a oportunidade de aprofundar conhecimentos em política, economia, cultura e história alemã e européia, além de abrir caminho para um futuro centro de estudos europeus.
A cátedra leva o nome do médico e botânico alemão Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868), autor da Flora Brasiliensis, produzida de 1840 a 1906 com os dados colhidos pela exploração de três anos pelo país. Único e mais completo levantamento da flora brasileira, a coleção é referência para estudos em botânica.