Notícia

Jornal do Commercio (RJ)

USP cria catálogo de livros didáticos desde o século 19

Publicado em 02 março 2005

Um banco de dados com todas as fichas de livros didáticos utilizados em escolas brasileiras desde o século 19 é a meta do Projeto Livres, um catálogo online organizado por pesquisadores da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP).
O acervo digitalizado, que já conta com 3 mil fichas de livros de várias disciplinas, possui dados bibliográficos que datam de 1810 aos dias atuais. Os usuários do sistema poderão encontrar informações como título, disciplina, nível de ensino e ano de lançamento, além de dados sobre a localização de cada obra em bibliotecas espalhadas de Norte a Sul do país, estado de conservação, imagens das capas e de algumas ilustrações internas.
"A idéia é ter 10 mil livros catalogados até 2006. O banco de dados foi criado para permitir a inclusão de novas obras todos os meses", diz a coordenadora do projeto, Circe Bittencourt.
"Estarão disponíveis livros, manuais e cartilhas de todas disciplinas, da educação infantil até o ensino médio, passando pelo material utilizado em cursos vestibulares e escolas indígenas."
A pesquisadora garante que o serviço estará disponível para consulta livre a partir do começo de abril, no site da Faculdade de Educação (FE) da USP. As buscas por livros poderão ser feitas por meio de 24 campos diferentes, como "palavra", "autor" ou "editora".
O usuário poderá encontrar nas fichas da Internet, por exemplo, obras que já tiveram várias edições no decorrer dos anos, como Através do Brasil, de Manoel Bonfim e Olavo Bilac, que teve mais de 150 edições entre 1910 e 1960.
A equipe de Circe pretende ainda digitalizar algumas obras raras na íntegra, para contribuir para a conservação dos títulos mais antigos.
(Agência FAPESP)