Notícia

Revista Sustentabilidade

USP apontada entre as melhores do mundo em 2009

Publicado em 02 maio 2011

Por por Marcello Segwalt

De acordo com um ranking internacional de instituições acadêmicas, organizado pela Universidade Xangai Jiao Tong, da China, a USP subiu seis posições em relação ao levantamento divulgado em 2008, reconhcendo que a maior universidade pública do país que responde por cerca de um quarto da produção cientifica nacional,informou a revista Pesquisa Fapesp.

A universidade melhor posicionada no ranking é Harvard, seguida por outras duas americanas Standford e Berkeley.

O ranking também destaca o desempenho das instituições por área do conhecimento. A USP é a única instituição brasileira a estar entre as 100 melhores do mundo na área da medicina clínica e da farmácia.

Para Suely Vilela, reitora da USP, o desempenho da universidade no campo da medicina e farmácia não é surpreendente. "Na área de saúde, temos 80 programas de pós-graduação, um patamar muito superior ao de outras áreas, como engenharias e ciências exatas e da terra, que reune pouco mais de duas dezenas de programas cada uma".

O levantamento que aponta as 500 melhores universidades do planeta, traz outras cinco brasileiras: a estadual de Campinas (Unicamp), as federais de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul e a estadual paulista.

O diretor da Faculdade de Medicina da USP, Marcos Boulos, diz que o desempenho no ranking tem relação direta com os investimentos públicos feitos na área de saúde. "Conseguimos apoio cada vez mais importante dos órgãos de fomento, em especial da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e com isso podemos, por exemplo, montar laboratórios multiusuários e diversas unidades de apoio, otimizando nossas atividades de pesquisa"

O ranking chinês foi criado em 2003 e se tornou referência internacional na avaliação das universidades. Sua metodologia utiliza um conjunto de indicadores, como o número de alunos e docentes vencedores do prêmio Nobel ou da Medalha Fields (um dos mais importantes prêmios da área da matemática) e o número de pesquisadores com artigos altamente citados na base Thonson Scientific, entre outros.