Notícia

Gazeta Mercantil

USP abre curso de aeronáutica

Publicado em 17 setembro 2001

Por Edson Alvares da Costa - de Ribeirão Preto
A Universidade de São Paulo (USP) construirá um novo campus em São Carlos, no interior paulista, e abrirá um curso de engenharia aeronáutica na cidade. Com isso, amplia e reforça convênios e pesquisas desenvolvidas pela universidade e a iniciativa privada. A Embraer, que investe US$ 150 milhões num pólo aeroespacial no município de Gavião Peixoto, e a TAM, que aplica R$ 8 milhões na implantação de um centro técnico de manutenção de aeronaves, nas antigas instalações da falida Companhia Brasileira de Tratores (CBT), em São Carlos, serão beneficiadas pelos investimentos da USP. Esse será o segundo curso de engenharia aeronáutica: o primeiro e do Instituto Tecnológico Aeroespacial (ITA). "As duas empresas não vieram por acaso para a região", diz Fernando Martini Catalano, coordenador do novo curso, piloto e PhD em aerodinâmica. Segundo ele, a USP de São Carlos já oferece, desde o início dos anos 80, o curso de engenharia mecânica com ênfase em aeronaves. Foi incluído no Projeto de Parcerias em Inovação Científica e Tecnológica Aeroespacial (Picta), criado no ano passado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o túnel de vento para testes de modelos de aviões, a ser implantado no novo campus. Os investimentos aprovados somam US$ 3 milhões, divididos igualmente entre Fapesp e Embraer. Em fase de aprovação, segundo Catalano, há projetos de ensaio de vôo e de aerodinâmica computacional, este envolvendo, além da USP de São Carlos, o ITA, o Centro Tecnológico Aeroespacial (CTA), a Universidade de Campinas (Unicamp) e a Embraer. Com a TAM, os convênios envolverão a área de serviços. "A manutenção exige mão-de-obra especializada, credenciada em aeronáutica, e. com o novo curso, forneceremos funcionários à unidade da TAM", diz Catalano. Assim como a Embraer, a TAM deverá levar empresas do setor aeronáutico para a região. Uma delas deverá ser a alemã MTU, de manutenção de motores. "Com essas empresas por perto, a parte prática do curso fica garantida", afirma Catalano. No começo de outubro, a USP vai divulgar a localização do novo campus. "Recebemos várias propostas de doação de áreas em São Carlos e também de outros municípios do interior paulista", afirma Dagoberto Mori, prefeito do campus da USP na cidade.