Notícia

IT Forum 365

USP abre acesso à nuvem computacional

Publicado em 01 setembro 2016

A Universidade de São Paulo (USP) abriu acesso à nuvem computacional para pesquisadores vinculados a qualquer universidade ou instituição de pesquisa realizarem projetos.

O objetivo da abertura da nuvem computacional à comunidade de pesquisa é racionalizar o uso dos serviços disponibilizados pelo sistema e também dos recursos públicos aplicados em computação para realização de pesquisas, explicou João Eduardo Ferreira, superintendente de tecnologia da informação da USP.

Com movimento, pesquisadores poderão ter acesso, via internet, a um conjunto integrado de servidores, dispositivos de armazenamento e rede de dados que compõem o sistema de computação em nuvem (cloud computing) da universidade – denominado interNuvem USP – mediante a aquisição de créditos, que pode ser feita usando-se recursos de contratos para pesquisa de agências ou de empresas.

Os créditos não utilizados não expiram e podem ser transferidos entre pesquisadores. Um pesquisador que tiver completado sua pesquisa e desejar transferir seu saldo para outro, por exemplo, pode fazer isso. Ou pode, ainda associar-se a outros pesquisadores para usar os recursos da nuvem computacional de forma cooperativa.

“A iniciativa beneficiará uma ampla gama de pesquisadores, desde aqueles que precisam adquirir seus clusters computacionais – e cuja operação demanda gastos com instalação de energia elétrica, entre outros, custeados pelas universidades ou pela reserva técnica da FAPESP – até os que necessitam rodar programas por um tempo determinado”, exemplifica Roberto Marcondes Cesar Júnior, membro da Coordenação Adjunta de Ciências Exatas e Engenharia da Fundação.

*Com informações da Fapesp