Notícia

A Cidade (Ribeirão Preto)

Uso da informática origina novas profissões

Publicado em 17 fevereiro 2005

O uso da tecnologia em escala industrial no mundo, principalmente, a partir da década de 70 colocou em processo de extinção ou redução drástica várias profissões. Mas ao mesmo tempo o avanço tecnológico abriu novas fronteiras de trabalho. Algumas profissões são tão recentes que a maioria da população sequer ouviu falar. Mesmo os jovens em busca de alternativas profissionais conhecem pouco essas profissões. Uma que promete garantir uma boa carreira profissional é o da Bioinformática.
Os bancários perderam perto de 350 mil vagas de trabalho nos últimos 15 anos. Os supermercados fecharam cerca de 70 mil postos de emprego entre 1993 e 2003. A informatização acabou com milhares de empregos, mas criou outras profissões. Profissões que necessitam de profissionais com maior conhecimento e mais estudo", explica o professor Wilson Araújo da Silva Júnior do curso de Informática Biomédica da USP e organizador do do 1º Curso de Verão em Bioinformática, que acontece até amanhã, no Hemocentro.
O profissional em bioinformática alia conhecimentos das áreas computacional e biológica e será fundamental para as pesquisas. "Cada vez mais o mercado de trabalho vai exigir profissionais com conhecimento multidisciplinar. Um conhecimento híbrido", explica Silva Jr. "No novo cenário da ciência biomédica, a bioinformática tem papel fundamental", garante. O curso é oferecido pelo Laboratório de Genética Molecular e Bioinformática do Departamento de Genética da USP de Ribeirão Preto e pelo Centro de Terapia Celular (Cedip/FAPESP).
O curso, feito para alunos de graduação ou pós-graduação, tem por objetivo principal apresentar um cenário real de elaboração e execução de um projeto em bioinformática. Os alunos "vão utilizar ferramentas de bioinformática para resolver um problema biológico. Como classificar geneticamente uma célula normal de uma célula tumoral", explica. O 1º curso de Verão despertou atenção em todo o país, com 134 inscritos para 20 vagas. "Essa mão-de-obra é cobiçada no exterior e será em pouco tempo no Brasil", garante Silva Jr.

Graduação
O Curso de Verão em Bioinformática faz parte das atividades complementares do curso de graduação em Informática Biomédica, coordenado pelas Faculdades de Medicina e Filosofia, Ciências e Letras, da USP de Ribeirão Preto. O curso de Informática Biomédica é o único do País e o primeiro na América latina. Já a bioinformática também é oferecida como pós-graduação pelo Departamento de Genética da USP de Ribeirão Preto.