Notícia

Biodieselbr

Usina de biodiesel deve ser financiada pela Fapesp

Publicado em 12 novembro 2009

Por Walter Duarte

O projeto de implantação de uma usina de biodiesel em Fernandópolis pode ser financiado em até 50% pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Segundo a assessoria de imprensa da fundação, a proposta feita por um consórcio de empresas está em fase final de análise para a concessão do do auxílio. Não há prazo para a conclusão do processo.

O engenheiro agrícola e professor da Unicamp (Universidade de Campinas), Antonio Maciel, será o responsável técnico pelo projeto. Ele espera que a usina esteja em funcionamento já no primeiro trimestre de 2010.

Além da universidade e da Prefeitura de Fernandópolis, integram o consórcio a Fundação Educacional de Fernandópolis, a Sabesp, o grupo Arakaki e uma empresa da cidade.

O gestor do projeto, Luís Antonio Arakaki, disse nesta quinta-feira que as empresas devem formalizar em dezembro a criação do consórcio. Antes disso, a prefeitura precisa que a Câmara aprove a proposta.

A usina vai ocupar uma área no distrito industrial 2 da cidade e terá capacidade para produzir até 10 mil litros de biodiesel por mês a partir de óleo de cozinha.

A matéria-prima deve ser coletada através de mutirões de entidades e em restaurantes.

O projeto da usina prevê que o combustível produzido na cidade seja usado para abastecer a frota a diesel da prefeitura e das empresas que integram o consórcio. O lucro obtido será investido em ações ambientais.