Notícia

Agência C&T (MCTI)

US$ 20 milhões para empresas em APLs

Publicado em 30 junho 2008

Agência Fapesp - O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, lançou na quarta-feira (25/6) o Programa de Melhoria da Competitividade das Empresas Localizadas nos Arranjos Produtivos Locais (APLs).

O programa é uma parceria firmada entre o governo estadual, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Com o objetivo de fomentar a competitividade das empresas e fortalecer os APLs, o programa destinará US$ 20 milhões a 15 desses arranjos. Metade do valor virá de empréstimo feito junto ao BID pelo governo do Estado e os outros 50% virão de contrapartida do Sebrae.

“Este é um programa piloto. Esperamos que os investimentos anunciados hoje impulsionem a concretização real dos APLs”, disse o vice-governador e secretário de Desenvolvimento, Alberto Goldman.

Neste convênio serão contemplados os APLs dos setores de: calçados (Jaú, Franca e Birigüi); construção civil (Itu, Tatuí, Tambaú e Vargem Grande do Sul); móveis (região metropolitana e noroeste paulista); confecção (Cerquilho, Tietê, Americana e Ibitinga); plástico (ABC); álcool (Piracicaba); e médico-odontológico (Ribeirão Preto).

Arranjos Produtivos Locais são aglomerações de micro e pequenas empresas localizadas em uma mesma região, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outras entidades locais, tais como governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br