Notícia

Jornal do Brasil

Universidades paulistas já na Internet-2 - Fapesp inaugura rede acadêmica de alta velocidade na capital e no interior

Publicado em 17 dezembro 1999

Por FRANCISCO CARVALHO
A primeira fase da AdvancedANSP - a rede acadêmica de alta velocidade que consolidará a Internet-2 no estado de São Paulo, com velocidade 100 vezes superior à da Internet atual - foi inaugurada ontem na sede da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Inicialmente, apenas as universidades da capital e de Campinas serão ligadas à nova rede, mas a perspectiva é de que instituições acadêmicas de outros dez municípios do interior sejam incluídos. O governador Mário Covas, de seu gabinete no Palácio dos Bandeirantes, participou do lançamento, comunicando-se, via Internet-2, com professores e alunos de seis universidades em pontos diferentes do estado. Os novos recursos permitem velocidade de comunicação muito maiores e por isso a rede inaugurada comportará aplicativos nas áreas de tele-medicina e tele-educação, com transmissão simultânea de dados, voz e imagem, sem as limitações da rede atual. Na inauguração, sete auditórios foram interligados e quatro deles ficaram em comunicação com a Fapesp: Instituto do Coração, Escola Politécnica, Universidade de Campinas e Palácio dos Bandeirantes. A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e o Incor foram interligados para o debate de um caso clínico, ilustrando aplicações em telemedicina. Na Poli e na PUC-SP, especialistas debateram o ensino à distância e aspectos de gerenciamento e segurança da rede. Na Unicamp, foram debatidas questões tecnológicas da Internet-2. Todos os debates foram comunicados em tempo real à Fapesp. Na primeira fase, a rede abrangerá distâncias geográficas da ordem de 700 quilômetros. Os prédios do Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas, e do Incor, em São Paulo, estarão interligados por fibra ótica. Os da Faculdade de Engenharia Elétrica da Unicamp e a área de elétrica da Politécnica da USP também poderão se comunicar por meio de uma outra linha óptica digital de 1 Mbps. A Telefônica e a Fapesp negociaram um acordo de cooperação para viabilizar a AdvancedANSP, uma ampliação da rede acadêmica ANSP. "A Telefônica coloca toda sua infra-estrutura de cabo nesse programa para desenvolver a tecnologia de ponta em uso no mundo", disse seu diretor Yon Moreira.