Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Universidade de Nottingham busca parcerias em segurança alimentar e biocombustíveis

Publicado em 26 agosto 2011

O professor Leandro Tessler, responsável pela Coordenadoria de Relações Institucionais e Internacionais (Cori) da Unicamp, recepcionou na manhã desta sexta-feira (26) três visitantes da Universidade de Nottingham (Reino Unido): Sacha Mooney, professor associado de física do solo; Michèle Clarke, professora de biocombustíveis, biorresíduos e mudança climática; e Helen West, professora de ecologia microbiana, meio ambiente e medicamentos veterinários. Eles vieram conhecer os projetos de pesquisa e de internacionalização da Unicamp, com o objetivo de discutir colaborações entre as duas universidades.

Segundo Tessler, outras duas delegações da universidade britânica já estiveram em Campinas anteriormente, mas esta equipe é mais técnica, interessada particularmente nas áreas de biocombustíveis, mudanças climáticas e segurança alimentar. "Já estamos pensando em organizar um workshop, de preferência aqui na Unicamp, como forma de potencializar projetos de colaboração envolvendo unidades das duas instituições. Para isso, contamos com um programa firmado entre a Fapesp e a britânica BBSRC justamente para financiar despesas de viagens e a realização de workshops e intercâmbio de pesquisadores".

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Biotechnology and Biological Sciences Research Council (BBSRC), do Reino Unido, publicam chamada de propostas para a modalidade Pump-Priming Award (FAPPA), um mecanismo de curto prazo com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de novas parceiras entre grupos de pesquisa paulistas, financiados pela Fapesp, e grupos patrocinados pelo BBSRC no Reino Unido. Propostas nas áreas de segurança alimentar e/ou bioenergia e biotecnologia industrial terão prioridade.

Ainda pela manhã, os representantes da Universidade de Nottingham estiveram na Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri), onde foram recebidos pelo professor Luís Augusto Barbosa Cortez, especialista em biocombustíveis. À tarde, os três professores participaram de reunião de trabalho com pesquisadores do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (Nepa), Faculdade de Engenharia Agrícola (FEA) e Instituto de Geociências (IG).