Notícia

Portal da Universidade Federal de São Paulo

Unifesp premia os vencedores da 1a. edição do PITec

Publicado em 30 novembro 2011

O PITec - Prêmio de Inovação Tecnológica Estudantil, promovido e organizado pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE, com o apoio da FAP - Fundação de Apoio à Unifesp, premiou ontem, dia 29 de novembro, no Campus São José dos Campos, três dos cinco grupos finalistas. Durante o evento, cada grupo, composto por alunos dos campi São José dos Campos e São Paulo, teve 10 minutos para a apresentação dos trabalhos.

Foram premiados:

1º lugar: ReVolunt Unifesp - Registro Institucional de Voluntários de Pesquisa da UNIFESP, de Diego Robles Mazzotti, Vanessa Kiyomi Arashiro Ota e Andrea Pereira Simões Pelogi. Esse sistema permitirá que os voluntários preencham, via formulário eletrônico, informações de interesse, que ficarão armazenadas e poderão ser acessadas e filtradas pelos pesquisadores, facilitando o contato e reduzindo o tempo e custo com divulgação do recrutamento. Dessa forma, a proposta pretende beneficiar a comunidade científica da Unifesp e os voluntários interessados por meio de uma ferramenta amplamente utilizada atualmente como a Internet. Mais informações: http://www.voluntarios.unifesp.br/;

2º lugar: INICIALIZAÇÃO DIGITAL USANDO JOGOS, de Felipe Mendes Miranda, Douglas Eduardo Parra, Paula Akemi Hara e Regis Lima Claus. O projeto consiste na elaboração de um jogo que ensina de maneira indireta os participantes a usarem um computador. O seu funcionamento é bem simples e autoexplicativo, já que tem por público-alvo pessoas que estejam começando a usar computadores. Pelo fato de ser um jogo que aparenta não ser um tutorial, traz maior interesse ao usuário bem como maior conforto e disposição para explorar todo o seu conteúdo e, desta forma, o jogador aprenderá várias funcionalidades e comandos mais utilizados nos computadores atuais.

3º lugar: ACESSO EM UM TOQUE, de Leonardo Augusto Testoni Robles, Talita de Castro Nogueira, Eduardo Saches Bocato e Olivia Candolo Cipolari. O projeto consiste em facilitar a vida de pessoas portadoras de deficiências físicas, fornecendo-lhes, com exatidão, a informação se um determinado local oferece serviços de acessibilidade via internet, tanto em computadores quanto em dispositivos móveis (smartphones, tablets), com uso de GPS e conexão 3G. Mais informações: https://market.android.com/details?id=com.accessinatouch.main.

Para Luis Leduino de Salles Neto, pró-reitor de Assuntos Estudantis da Unifesp, os três primeiros trabalhos colocados do PITEc têm um alto potencial de aplicabilidade e, o principal, o fato de melhorarem, de maneira inovadora, a vida das pessoas, seja auxiliando à pesquisa científica (1º colocado), o aprendizado computacional (2º colocado), ou a informação sobre acessibilidade (3º colocado).

"Por uma feliz coincidência, no lançamento da Rede Paulista de Propriedade Intelectual na FAPESP, realizado também no dia 29 de novembro, uma das sugestões para estimular a participação de estudantes em atividades empreendedoras - que podem gerar novas empresas startups e spin-offs - foi a criação de prêmios como o PITEc nas instituições de ensino e pesquisa do estado de São Paulo. Terminada a 1ª edição, além de iniciarmos o planejamento para o 2º PITec, temos o desafio de formular ações que ajudem os projetos vencedores a seguirem em frente", finaliza Leduino.