Notícia

Jornal Brasil

Unicamp terá Museu de Ossos Humanos

Publicado em 21 julho 2014

A Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciou a instalação de um Museu de Ossos Humanos.

Segundo a FOP, será o maior do gênero no Brasil, com 500 esqueletos humanos catalogados - identificados por cor da pele, estatura, idade e gênero. O museu ficará no prédio central da FOP, localizado no centro de Piracicaba.

De acordo com Eduardo Daruge Júnior, coordenador da área de Odontologia Legal e Deontologia, o museu possibilitará o desenvolvimento de pesquisas voltadas à população brasileira.

"Atualmente, existem raríssimas tabelas nacionais para auxiliar a determinar a cor da pele e o gênero e estimar a idade e a estatura de cadáveres. Quando peritos trabalham na identificação de um corpo ou na elucidação de um crime, precisam recorrer a bancos de dados internacionais e a padrões que nem sempre condizem com o biótipo da população brasileira", disse.

O museu deverá entrar em operação no primeiro semestre de 2015 e poderá ser utilizado por pesquisador de qualquer instituição, contanto que siga as normas preestabelecidas e próprias de um museu de ossos.

Participam do projeto do museu pesquisadores e especialistas da Unicamp, da Universidade de São Paulo, da Universidade Federal do Paraná e da Diretoria Técnico-Científica da Polícia Federal.

Mais informações: www.fop.unicamp.br.

Fonte: Agência FAPESP