Notícia

Estadão.com

Unicamp tem provas difíceis de química e história

Publicado em 12 janeiro 2010

Por Carolina Stanisci e Elida Oliveira
O segundo dia da segunda fase do vestibular da Unicamp, na avaliação de professores de cursinho, teve grau de dificuldade de médio a alto. O índice de abstenção foi de 8,8%, maior que em 2008, quando ficou em 6,8%. Os 13.414 candidatos que fizeram as provas de química e história tiveram de resolver em quatro horas 12 questões de cada disciplina, com 2 itens cada. "Na prática, são 24 questões de história e mais 24 de química. O problema da Unicamp é o tempo curto", afirma Antonio Carlos da Costa Ramos, professor de história do [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.