Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Unicamp sedia lançamento de publicações sobre a flora paulista

Publicado em 24 agosto 2012

A Unicamp sediou na tarde desta sexta-feira (24) o lançamento do 7º volume da coleção Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo e do Checklist das Spermatophyta do Estado de São Paulo. A cerimônia, presidida pelo reitor Fernando Ferreira Costa, ocorreu na Sala da Congregação do Instituto de Biologia (IB). Também integraram a mesa de autoridades o diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Carlos Henrique de Brito Cruz; o coordenador do Programa Biota-Fapesp, Carlos Alfredo Joly; a diretora do IB, Shirlei Maria Recco Pimentel; e a coordenadora do programa Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, Maria das Graças Lapa Wanderley.

Em sua fala, o reitor Fernando Costa destacou a importância dos trabalhos, lembrando que eles contaram com a participação de pesquisadores de diversas instituições de pesquisa paulistas. "Os resultados desses trabalhos comprovam que estamos fazendo ciência de qualidade, comparável ao que se faz de melhor no mundo. São estudos como estes que contribuem para o desenvolvimento do saber e do país". O diretor científico da Fapesp parabenizou todos os envolvidos nos estudos. Segundo Brito Cruz, é sempre bom para a fundação fomentar projetos de pesquisas que tragam consequências tão importantes para a ciência. "Gostaria de sugerir que essas obras fossem traduzidas para o inglês e colocadas na web. Assim, não somente vamos ampliar o acesso a elas, como incluí-las nas bibliotecas das instituições internacionais".

A coordenadora do programa Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo agradeceu o apoio da Fapesp e o empenho de todos os pesquisadores para que o volume fosse concluído. "Essas obras constituem um tesouro para o país. O Checklist, por exemplo, não traz somente os nomes das plantas, mas diversos outros dados, como aspectos taxonômicos dos organismos", assinalou Maria das Graças Wanderley. Carlos Joly acrescentou que as informações geradas pelos trabalhos serão importantes não somente para o avanço do conhecimento científico, mas também para orientar futuras ações de conservação das espécies.

O projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo teve inicio em 1994 sob a coordenação do professor da Unicamp Hermógenes de Freitas Leitão Filho, já falecido. Até o momento, os sete volumes publicados relacionam 151 famílias de plantas. O projeto conta com aproximadamente 200 colaboradores, sendo a maioria de São Paulo, mas alguns de outros estados e do exterior.

O Checklist das Spermatophyta do Estado de São Paulo teve sua origem no projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo, porém os dados para os táxons já publicados foram revistos e atualizados pelos autores e os dados para os demais táxons foram obtidos a partir de fontes diversas. Além de 18 editores, 208 pesquisadores estiveram diretamente envolvidos na produção do checklist das espermatófitas do Estado de São Paulo, como coordenadores ou autores das listas das famílias. Após 17 anos, foram listadas cerca de 200 famílias, 1.480 gêneros e 7.500 espécies.

Texto: Da Redação