Notícia

JC e-mail

Unicamp lança biblioteca científica on-line

Publicado em 30 agosto 2006

Por Agência FAPESP

Conteúdo desenvolvido pelo Laboratório de Tecnologia Educacional do Instituto de Biociências nos últimos dez anos pode ser acessado a partir de agora livremente pela Internet
A comemoração do aniversário de dez anos do primeiro software educacional criado pelo Laboratório de Tecnologia Educacional (LTE) do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) não poderia ser mais bem-vinda por parte dos usuários dos produtos feitos pelo grupo de pesquisa.
Não apenas o primeiro CD, mas todo o conteúdo gerado desde então no LTE está agora disponível na internet, na Biblioteca Digital de Ciências.
"Além de disponibilizar todo o conteúdo, queremos fazer da biblioteca um ambiente de ensino-aprendizagem, com a implementação das ferramentas de interação", explica Eduardo Galembeck, professor da Unicamp e idealizador do projeto.
"Como subproduto, desenvolvemos ainda um gerenciador de biblioteca digital que pode abrigar outras subáreas e revistas eletrônicas no mesmo banco de dados, usando filtros específicos e tendo corpos editoriais próprios. O gerenciador será disponibilizado aos interessados sobdemanda", disse.
Além de artigos, imagens, links, apostilas, softwares e teses, o portal também já inaugurou uma das suas subáreas.
"Criamos algo específico voltado para a bioquímica, que inclui a Revista Brasileira e Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular, publicada pela Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq)", disse Galembeck.
Os usuários da biblioteca de ciências on-line podem até consultar guia para cursos, como o intitulado Bioquímica na cozinha.
A preocupação com a discussão científica sobre os conteúdos disponibilizados na biblioteca, segundo Galembeck, esteve presente desde a gênese do projeto.
"Essa foi uma de nossas motivações também. Era importante ter algum mecanismo de feedback do uso dos materiais e artigos, além de ter canais para que os usuários pudessem entrar em contato com os autores em diversos níveis, dando notas, escrevendo comentários e assim por diante", disse.
Na biblioteca, para cada material publicado, um fórum de discussão é automaticamente aberto.
Atualmente, além do português, material em inglês também pode ser submetido ao novo portal. Todo o conteúdo, antes de ir para o ar, é avaliado por revisores.
"Disponibilizamos inclusive os arquivos-fontes de softwares, para que estes possam ser modificados, visando ao ajuste mais adequado às necessidades de cada usuário", disse Galembeck.
O site da Biblioteca Digital de Ciências é http://www.ib.unicamp.br/lte/