Notícia

TN Sustentável

Unicamp amplia parceria com empresas

Publicado em 03 maio 2016

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) fechou 2015 com excelentes resultados em parcerias com empresas. Foram 15 contratos de licenciamento assinados, de acordo com a Inova Unicamp. O número é recorde na instituição, que acumula 71 contratos vigentes, que representam um total de 125 patentes licenciadas. A Unicamp tem outras 859 patentes vigentes e disponíveis para serem licenciadas para empresas. Com o aumento nesse tipo de parceria, a Unicamp bateu, pelo segundo ano consecutivo, recorde em recebimento de royalties, com mais de R$ 1,9 milhão em ganhos econômicos.

Segundo a Inova Unicamp, além dos licenciamentos, que correspondem à autorização para desenvolvimento e exploração comercial de tecnologias da universidade por parte das empresas, os convênios de pesquisa e desenvolvimento (P&D) também apresentaram bom desempenho, com 51 parcerias desse tipo firmadas entre a Unicamp e empresas em 2015.

“Esses indicadores demonstram o quanto a Unicamp tem se estruturado para atender a indústria, começando com um trabalho bastante proativo em busca das demandas tecnológicas do setor produtivo, a indicação dos laboratórios e pesquisadores com melhor competência para atendê-los, até chegar à tramitação desses contratos e convênios dentro da universidade, que também têm ocorrido com mais agilidade”, disse Milton Mori, diretor executivo da Inova Unicamp.

No que se refere às invenções, a Unicamp depositou, em 2015, 58 patentes e obteve a concessão de 35 junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) – em 2014, foram 14. Vale ressaltar que o trâmite para concessão no INPI leva em média 10 anos, o que significa que as patentes concedidas se referem a depósitos de anos anteriores a 2015.

A Inova Unicamp destaca o papel da FAPESP nos resultados. Das 125 patentes licenciadas da Unicamp, 25% resultam de pesquisas financiadas pela FAPESP. Segundo levantamento feito pela Inova Unicamp, com indicadores de 2000 e 2015, chega a 279 o número total de patentes da Unicamp relacionadas à FAPESP. Somente em 2015, 33 dos 58 pedidos de patentes depositados pela Inova Unicamp tiveram algum tipo de aporte da FAPESP.

“A FAPESP vê com satisfação a atenção e o esforço bem-sucedido da Unicamp na busca por licenciamentos para as patentes resultantes de projetos apoiados pela FAPESP na universidade. Com essa persistência e determinação se poderá aumentar o estoque de licenciamentos, tornando maior ainda o importante impacto da pesquisa na Unicamp na sociedade”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

Mais informações: www.inova.unicamp.br.

Por: Redação TN / Agência FAPESP