Notícia

O Serrano online

Unesp prepara acordo de cooperação técnica com Cuba

Publicado em 13 maio 2010

A Pró-Reitoria de Pesquisa da Unesp prepara um acordo de cooperação técnica com o Instituto Cubano de Pesquisa dos Derivados de Cana-de-Açúcar (ICIDCA)em produção sustentável de bioenergia. O anúncio foi feito na segunda-feira, 10, na Reitoria, em São Paulo, durante o Fórum Internacional de Pesquisa em Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade. A iniciativa abrange diversos aspectos da produção de fontes de energia renováveis.

Buscamos parceiros no desenvolvimento de tecnologias limpas para a produção de energia, salientou a pró-reitora de Pesquisa, Maria José Soares Mendes Giannini. Nosso foco é trabalhar os resíduos de forma sustentável, unindo especialistas das duas instituições, completou.

Também participaram do evento a sub-diretora de Biotecnologia do ICIDCA, Georgina Michelena, o sub-diretor de Tecnologias Ambientais do instituto cubano, Fidel Domenich, o coordenador-geral da Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás e professor da Faculdade de Engenharia, câmpus de Guaratinguetá, Janio Itiro Akamatsu, o assessor-chefe de Relações Externas da Unesp, professor José Celso Freire Júnior, e pesquisadores da instituição com trabalhos relacionados ao tema.

A parceria envolverá cinco eixos: biomassa para bioenergia produção de bioenergia aplicação de biocombustíveis em motores biorrefinaria, alcoolquímica e oleoquímica impactos ambientais, sócio-econômicos e sustentabilidade.

Pesquisa caribenha

Os representantes do ICIDCA apresentaram linhas de pesquisa que envolvem a redução do impacto ambiental dos produtos e a própria produção dos derivados da cana-de-açúcar, como açúcar, cachaça, etanol. Com o tratamento de resíduos, como a vinhaça e o bagaço, conseguimos produzir biofertilizantes, nutrientes para a ração animal, fármacos e outra fonte energética - o biogás, explicou Domenich.

Vinculado ao Ministério do Açúcar e ao pólo científico do Oeste de Havana, que reúne 53 instituições, o instituto também promove cursos de capacitação para a indústria sucroalcooleira de outros países, como México e Venezuela.

Centro de Bioenergia

Os temas da cooperação foram sugeridos pelo professor Nelson Ramos Stradiotto, do Instituto de Química , câmpus de Araraquara. Ele coordena o Centro de Pesquisa de Bioenergia da Unesp, que reúne pesquisadores de oito unidades da universidade. Os eixos correspondem às divisões do Centro, o que nos permite ter a troca de saberes em toda a cadeia produtiva, afirmou. Nossa intenção é fortalecer o núcleo, criando um centro internacional de referência na área.

A entidade integra o Centro Paulista de Pesquisa em Bioenergia, criado pelo governo estadual em dezembro de 2009, com participação das três universidades estaduais e da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Da Unesp