Notícia

BOL

Unesp lança versão de seu portal em mandarim

Publicado em 02 fevereiro 2011

UOL Educação

O Portal da Universidade Estadual Paulista (Unesp) oferece o acesso ao seu conteúdo agora também em mandarim. A iniciativa faz parte do processo de internacionalização da universidade que tem entre seus objetivos abrir novos canais de comunicação entre os alunos e professores da instituição e de outros países.

Até o início de 2011, o Portal Unesp oferecia apenas versões em português e inglês. Durante o mês de janeiro, foram incluídas também as versões em espanhol, francês, alemão e japonês. As versões em mandarim e japonês já estão disponíveis e em breve o conteúdo poderá ser acessado também em italiano.

De acordo com a Unesp, o conteúdo institucional do site foi traduzido para diversas línguas, possibilitando o acesso às principais informações dos programas acadêmicos e de pós-graduação; das áreas de pesquisas; dos programas de intercâmbio estudantil (com contatos e formas de ingressar); das principais linhas de extensão; da importância da editora da universidade; e da agência de inovação que oferece registros e patentes das pesquisas da instituição.

No caso do mandarim, a iniciativa reflete o envolvimento destacado da Unesp com a China e as universidades chinesas, de acordo com o professor Luís Antônio Paulino, diretor titular brasileiro do Instituto Confúcio na Unesp e chefe do departamento de Ciências Políticas e Econômicas da Faculdade de Filosofia e Ciências, em Marília.

Nos últimos anos, foram assinados convênios de cooperação com diversas instituições chinesas, como a Universidade de Hubei, a Yangtze University, a Universidade de Macau e a Academia Chinesa de Ciências Sociais.

Concretizado a partir de uma parceria entre a Unesp, o Ministério da Educação da China e a Universidade de Hubei, o Instituto Confúcio no Brasil fica sediado no prédio da Fundação Editora Unesp, no centro de São Paulo.

O instituto oferece aulas de mandarim nos campi de Araquarara, Assis, Guaratinguetá, Marília, Presidente Prudente, São José dos Campos e São José do Rio Preto. Em 2011 será inaugurada também uma sala na unidade de Botucatu. Há cerca de 400 alunos estudando a língua chinesa na Unesp, segundo Paulino.

As obras têm parceria com a Academia Chinesa de Ciências Sociais e a Universidade Renminbi de Pequim. No Brasil será publicada a primeira versão dos Analétos de Confúcio, traduzida diretamente do mandarim para o português.

Mais informações: www.unesp.br

Fonte: Agência Fapesp