Notícia

Jornal da Cidade (Bauru, SP) online

Unesp investe em tecnologia computacional no campus RC

Publicado em 10 junho 2008

A Unesp (Universidade Estadual Paulista) começa a implantar neste semestre em sete diferentes sítios do estado de São Paulo o maior cluster computacional da América Latina. O projeto GridUNESP (Integração da Capacidade Computacional da Unesp), com tecnologia da Sun Microsystems, permitirá a grupos de pesquisa da Universidade o acesso aos mais elevados níveis de capacidade de processamento e armazenamento de dados em física de partículas, genética, meteorologia, medicina e outras áreas de investigação científica.

O sistema central, que será instalado no novo campus da Unesp em São Paulo, na Barra Funda, terá 2.048 núcleos de processamento e capacidade de desempenho de cerca de 23,2 teraflops (trilhões de cálculos por segundo) de todo o cluster (sistema de vários nós de processamento acoplados, que operam como se fossem um único computador). O complexo formado pelo cluster central e outros sete somará 33,3 teraflops.

O custo do projeto, de cerca de R$ 3,1 milhões, foi financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A infra-estrutura computacional, que inclui processadores Intel e consiste de um cluster central e outros sete secundários, será implementada nos campus de Araraquara, Bauru, Botucatu, Ilha Solteira, Rio Claro, São José do Rio Preto e São Paulo.

O GridUNESP será conectado em alta velocidade à Internet2 norte-americana por meio da rede MetroSampa, que interliga as instituições de educação, cultura e pesquisa na região metropolitana de São Paulo e da conexão ANSP/RNP/Florida International University entre São Paulo e Miami. A conexão entre os clusters situados no interior de São Paulo será feita pela rede KyaTera Plataforma Óptica de Pesquisa para o Desenvolvimento da Internet Avançada da Fapesp.