Notícia

Jornal da Cidade (Bauru, SP) online

Unesp intensifica arrecadação de celulares e tablets a alunos

Publicado em 27 fevereiro 2021

Por Larissa Bastos

217 estudantes de quatro escolas de Bauru aguardam um aparelho para acompanhar aulas

Em Bauru, as aulas nas escolas municipais e estaduais adotaram o sistema híbrido para a retomada, ou seja, dividido entre aulas remotas e presenciais. Porém, muitos dos alunos seguem sem conseguir realizar as atividades online, pois a família não tem condições de adquirir um celular, notebook ou tablet, ou a quantidade de aparelhos disponíveis é inferior ao número de filhos que estudam. Por isso, a Unesp decidiu intensificar a ação que, desde março do ano passado, visa arrecadar esses equipamentos para beneficiar crianças e adolescentes que estudam em algumas instituições da cidade.

De acordo com Vera Lúcia Messias Fialho Capellini, vice-diretora da Faculdade de Ciências (FC) da Unesp e coordenadora-geral do projeto, até o momento, foram arrecadados 31 equipamentos - sendo 26 celulares, três tablets e dois notebooks. Também foram comprados, por meio do financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), mais 31 chromebooks (notebook com sistema operacional desenvolvido pelo Google). "Só que este número está longe de ser suficiente para atender todos os alunos que precisam", observa.

Isso porque, mesmo com as doações desses 62 aparelhos, 217 estudantes ainda carecem de um equipamento para realizar as atividades remotas nas quatro escolas beneficiadas pelo projeto. Até o início desta semana, aguardavam uma doação 70 alunos da Escola Estadual Doutor Luiz Zuiani, 66 da Escola Estadual Professora Maria Aparecida Maschietto Okazaki, 56 da Emef Cônego Aníbal Difrância e 25 da Emef Thereza Tarzia.

"Os estudantes do ensino médio nas escolas estaduais são os que mais nos preocupam, pois, logo, muitos deles vão buscar uma faculdade ou ensino técnico sem saber como utilizar um computador ou um celular, pois são de famílias bastante carentes e não tiveram acesso. Nós queremos evitar que isso ocorra", explica Vera Capellini.

Para isso, o projeto, que conta com cerca de 40 colaboradores da Unesp, também dá orientações sobre tecnologia aos jovens para que eles tenham autonomia e saibam encontrar informações e utilizar os aparelhos. "Além disso, oferecemos oficinas e grupos de estudo para recuperar a defasagem desses estudantes, com aulas de química, física, matemática, entre outros", complementa a coordenadora-geral.

COMO AJUDAR

Quem tiver condições de doar celulares, tablets e notebooks em bom estado ou que precisam de pequenos reparos, pode entregar os aparelhos na Portaria 1 da Unesp, que funciona 24 horas por dia; depositar os equipamentos (apenas celulares e tablets) em uma das caixas identificadas distribuídas na Rede de Supermercados Confiança; ou entregar diretamente nas escolas beneficiadas pelo projeto. Outras informações podem ser esclarecidas por e-mail ([email protected]).

"A novidade é que firmamos uma parceria com a empresa Master Case, que se propôs, de forma voluntária e gratuita, a realizar pequenos reparos nos aparelhos que serão entregues a esses alunos, caso necessário", finaliza Vera Capellini.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Jornal da Cidade - Bauru