Notícia

Diarioweb (São José do Rio Preto)

Unesp instala estações meteorológicas

Publicado em 04 janeiro 2010

Por Carlos Eduardo de Souza

A Área de Hidráulica e Irrigação da Unesp de Ilha Solteira vai instalar mais sete estações meteorológica no Noroeste do Estado de São Paulo e ampliar estudos sobre o microclima regional e a possibilidade de prestação de serviços para a agropecuária. Os municípios de Sud Menucci, Jales, Estrela d"Oeste, Pereira Barreto, Nova Canaã Paulista, Itapura e Fernandópolis estão cotados para receber as novas unidades.

Segundo o coordenador da Área de Hidráulica e Irrigação, Fernando Tangerino, a aprovação do projeto "Modelagem da produtividade da água em bacias hidrográficas com mudanças de uso da terra", que vai ser desenvolvido em cooperação com a Embrapa Semi-Árido, foi aprovado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São de São Paulo (Fapesp) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe).

O projeto está orçado em R$ 334.913,92 para o lado pernambucano e em R$ 333.913,50 do lado paulista, prevendo montagem de uma rede agrometeorológica para estudos microclimáticos, modelagem da evapotranspiração e da produtividade de água, baseadas em dados de campo e imagens de satélite, incluindo a banda termal.

Tangerino explicou que a irrigação de áreas destinadas à culturas agropecuárias promove alterações na microclimatologia e, com o advento das mudanças climáticas e a previsão do aumento de temperatura, vai ser necessário uma nova estrutura de estações meteorológicas para fornecer informações sobre vazão dos cursos de água, onde é preciso e onde é possível ampliar as áreas de irrigação.

As novas estações, junto com as já existentes em Ilha Solteira e Marinópolis, formarão uma rede que permita a transmissão de informações por radiofrequência, levando em consideração à altura e o local onde vai ser instalado o dispositivo. "Uma estação que custa US$ 16 mil não pode ficar abandonada à beira de uma estrada", disse.

O acordo para a liberação dos recursos deve ser assinado esta semana e os municípios que devem receber as estações vão ser definidos a partir de fevereiro. A proposta inicial é instalar as estações em usinas ou grandes propriedades agrícolas nos municípios.