Notícia

Universia Brasil

UNESP de Assis empossa novos diretores

Publicado em 30 novembro 2007

Os professores Mário Sérgio Vasconcelos e Ivan Esperança Rocha, eleitos, respectivamente, novos diretor e vice, da Faculdade de Ciências e Letras (FCL) da UNESP, campus de Assis, tomaram posse na última segunda-feira, dia 26/11. A posse teve início às 19h30, no Salão de Atos, que foi reformado e restaurado este ano. Estiveram presentes o reitor da UNESP, Marcos Macari, e o vice-reitor, Herman Jacobus Cornelis Voorwald.

Antes da cerimônia de posse, às 18 h, foram realizadas as inaugurações primeiro da Central de Laboratórios de Biotecnologia, construída no pavimento inferior da Central de Salas de Aula do prédio de Biotecnologia, e logo em seguida do Laboratório de Teletandem, no piso inferior do prédio de Letras.

O Laboratório de Teletandem foi construído com o objetivo de atender o projeto "Teletandem", uma iniciativa pioneira da Unesp, coordenada pelo docente João Antonio Telles. O projeto foi desenvolvido em parceria Unesp/Fapesp, visando oferecer um novo ambiente de ensino interativo de línguas estrangeiras.

Após a cerimônia de posse houve também o lançamento do selo e carimbo comemorativo aos 50 anos da FCL/Assis, com a presença dos representantes da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Mário Sérgio Vasconcelos e Ivan Esperança Rocha substituem Antonio Celso Ferreira e Lázaro Cícero Nogueira, que terminam seu mandato nesta quarta-feira, 28\11, após quatro anos na direção da FCL.

Antonio Celso Ferreira, num balanço de sua "Universidade em Novos Rumos: Diálogo, qualidade, Ética", falou sobre as conquistas obtidas para todos os cursos do campus e as ações em todas as áreas que envolvem a FCL, como suporte ao ensino e pesquisa, assistência estudantil e técnico-administrativas. Ele ressaltou a estruturação do curso de Biotecnologia, que teve um início conturbado devido a questões orçamentárias, mas se solidificou. "Os demais cursos do campus também avançaram com relação a equipamentos e infra-estrutura", ressalta.

Ferreira também enfatizou a aquisição de um terreno de cerca de 72.000 m2, onde ocorrerá a expansão do campus. O reitor da UNESP, Marcos Macari, na ocasião da posse da nova direção, assinou um documento autorizando a aquisição do terreno. Antonio Celso comentou que há grande possibilidade de uma nova entrada ser construída naquele local, pois hoje atualmente se encontra, na Avenida Dom Antônio, e traz risco de acidente devido ao grande tráfego de veículos nas proximidades.

Sobre a expansão da FCL de Assis, Ferreira também adiantou que pelo menos dois novos cursos poderão ser implantados, o de Engenharia Biotecnologia, e um na área de humanas, como Arte ou Cinema. O novo diretor, Mário Sérgio, aproveitou para já informar que irá pleitear algum curso neste sentido.

Mário Sérgio Vasconcelos nasceu em Rancharia (SP), em 1956. É graduado em Psicologia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Assis, fez mestrado em Psicologia Social pela PUC de São Paulo, doutorou-se em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP, fez pós-doutorado em Processos Cognitivos pela Universidade de Barcelona e é Professor Livre-docente em Psicologia do Desenvolvimento pela FCL/Assis. Em seu trajeto acadêmico sempre esteve vinculado a entidades representativas. Foi vice-presidente do Diretório Acadêmico, representante de alunos e de professores no Conselho Universitário (CO), Presidente da ADUNESP e participou e participa de outros órgãos colegiados da Unidade. Foi Vice-coordenador de Conselho de Curso de Psicologia, chefe do Departamento de Psicologia Evolutiva, Social e Escolar e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Psicologia. Participou da implementação do projeto de Centro de Convivência Infantil e de projetos de fomento relacionados à biblioteca da Unidade. Na comunidade assisense, foi membro do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Conselho Curador da FAC. As principais atividades de pesquisa estão direcionadas com as áreas de desenvolvimento humano, construção de valores, ética, educação, criatividade e brincar. É avaliador da CAPES, consultor do MEC e parecerista da FUNDUNESP, FAPESP e CNPq e das principais revistas científicas na área de psicologia no Brasil. Publicou vários livros, capítulos de livros e artigos científicos. Participou e participa como conferencista em congressos nacionais e internacionais. Atualmente é Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento (SBPD). Em todo seu trajeto de vida sempre esteve envolvido em projetos artísticos e culturais.

Ivan Esperança Rocha nasceu em Ipuã (SP) em 1951. Doutorou-se em História Social pela Universidade de São Paulo, em 1990. É Professor do Departamento de História da FCL/Assis, onde foi Coordenador do Curso e Chefe do Departamento. Coordenou a reestruturação e implantação do atual projeto pedagógico do Curso. Coordena o Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Antigos e Medievais (NEAM), que reúne professores do Departamento de História e de outras Universidades. Coordenou e participou de congressos nacionais e internacionais. Coordenou a reestruturação da Biblioteca do Campus, o que permitiu uma expressiva ampliação da área de seu acervo. Coordenou durante vários anos o Curso Pré-vestibular voltado para alunos carentes de Assis e Região. Participou de várias Comissões acadêmicas, tendo sido parecerista de diferentes projetos científicos e culturais (FAPESP, FUNDUNESP, CNPq, PROEX, etc). Representou a Unidade, por dois mandatos, junto ao Conselho Curador da Fundação Municipal de Ensino (FEMA). Tem várias publicações na área de História Antiga, entre livros, capítulos de livros, artigos e Cds. Integra o Programa de Pós-graduação, orientando alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado. Foi pesquisador do CNPq e integra comissões editoriais de publicações na área de História.

Fonte: Unesp