Notícia

Comunidade Exkola

Unesp celebra 35 anos

Publicado em 11 novembro 2011

 

Agência FAPESP – A Universidade Estadual Paulista (Unesp) celebrou, no dia 9 de novembro, seus 35 anos de existência. A cerimônia, presidida por Julio Cezar Durigan – vice-reitor no exercício da reitoria –, ocorreu durante o 3º Fórum de Internacionalização da Unesp, realizado entre 7 e 9 de novembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

O encontro foi marcado pela presença de dirigentes da universidade, gestores da área de relações internacionais de diversos países e representantes do governo, incluindo Herman Jacobus Voorwald, secretário da Educação do Estado de São Paulo e reitor da Unesp.

Além de Durigan e Voorwald, participaram também do evento Celso Lafer, presidente da FAPESP; Mônika Bergamaschi, secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; Barros Munhoz, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo; Edmir Gervásio Moreira, secretário-chefe da Casa Militar do Governo do Estado de São Paulo; Marcos Fábio de Oliveira Nusdeo, representando o procurador-geral do Estado; e Antonio Manuel dos Santos Silva, representando os ex-reitores da Unesp.

Durante a cerimônia, Voorwald, que também é membro do conselho superior da FAPESP, recordou a criação da Unesp, a contribuição dos reitores e o envolvimento da comunidade no desenvolvimento da instituição. “A evolução da Unesp foi diretamente conduzida pelo desejo da comunidade. Sólida e comprometida, ela sempre apontou os caminhos para seus dirigentes. Isso levou a universidade a caminhar para o reconhecimento como grande universidade pública e de pesquisa que desfruta hoje”, disse Voorwald.

O secretário também fez um apelo aos envolvidos com a universidade pela educação básica de qualidade. “As universidades públicas precisam ser atores para a formação adequada dos professores que vão conduzir nossos jovens para o futuro que eles merecem.” Durigan, que também lembrou o processo de criação da Unesp, citou números – unidades, campi, cursos de graduação, programas de pós-graduação, extensão, centros e institutos, alunos e professores – que demonstram o crescimento da universidade ao longo desses 35 anos.

“No âmbito internacional, a Unesp passou de desconhecida para muito respeitada. Hoje, é a quinta universidade ibero-americana na classificação geral do Scimago Institutions Rankings (SIR) de 2010. Em algumas áreas, como ciências agrárias, é a segunda colocada”, ressaltou. “A Unesp hoje é uma instituição que se põe diante do mundo como sujeito, simultaneamente, ativo e reativo. Ela absorve demandas e expectativas sociais variadas e, ao mesmo tempo, propõe pautas e agendas para o desenvolvimento”, completou Durigan.

A sessão solene contou ainda com a assinatura de termos de convênios com a Université Saint-Joseph de Beyrouth (Líbano), a Universidade de Toronto (Canadá) e a Universidade de Hubei (China). O final da cerimônia foi marcado por uma série de homenagens feita pela universidade aos ex-reitores da instituição, que receberam placas comemorativas.

O professor Durigan também recebeu homenagens da Universidad Del Valle da Colômbia e da Washington Eastern University, feita pelos seus representantes Hector Cadavid e Judd Case, respectivamente. Lafer recebeu uma homenagem pelos 50 anos da FAPESP. A Unesp, segundo ele, tem se consolidado nos últimos anos como uma grande universidade pública de pesquisa de qualidade. “A Unesp – assim como a as demais universidades e a FAPESP –, está aberta para o desafio da internacionalização. Os convênios assinados hoje mostram como a Unesp está se empenhando em contemplar essa internacionalização”, declarou.

Fonte: Agência Fapesp